Tamanho do texto

A companhia de pets ajuda na recuperação da saúde física e psicológica dos pacientes; a presença dele já é permitida em alguns hospitais pelo Brasil

Você sabia que companhia de pets não é só divertida, mas também faz muito bem para saúde das pessoas? A terapia assistida por animais tem sido muito utilizada no tratamento de doenças físicas e psicológicas, pois esses animaizinhos podem influenciar positivamente a recuperação de muitos pacientes. Pensando nisso, foi criado um projeto de lei que permite a visita de pets em hospitais públicos e privados no Mato Grosso.

Leia também:  Cão idoso faz brigadeiros para pagar tratamento contra tumores

cachorro ao lado de garoto em cama de hospital
shutterstock
A terapia assistida por animais tem sido muito utilizada em tratamentos de doenças

O projeto de lei 648 de 2019, que circula na Assembléia Legislativa de Mato Grosso desde o dia 17 de julho, foi apresentado pelo deputado estadual Sílvio Fávero (PSL). “Os animais fazem bem à saúde, e são prestadores de cuidados. A proposta não é inédita, basta pesquisar, vários estados já permitem isso. Em Mato Grosso não deve ser diferente”, ressalta o deputado. 

A presença de pets, com os devidos cuidados de higiene, já é permitida em diversas unidades de saúde do Brasil. Em São Paulo, por exemplo, é possível citar o Hospital Albert Einstein, o Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas e o Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia. No Rio de Janeiro não é diferente, os hospitais que permitem a entrada de animais são Apae de Nova Iguaçu e a Casa Abrigo Bete.

Leia também: Dona recebe bilhete fofo falando sobre seu cão com ansiedade

Mesmo sendo grandes companheiros que ajudam na cura, existem alguns casos que não é recomendado a presença dos animaizinhos. Por isso, o projeto prevê restrições aos setores de isolamento; quimioterapia; transplante; assistência aos pacientes vítimas de queimaduras; Central de Material e Esterilização; unidade de tratamento intensivo (UTI); áreas de preparo de medicamentos; farmácia hospitalar e, nas áreas de manipulação, processamento, preparação e armazenamento de alimentos.