Tamanho do texto

O pequeno Everett aprendeu da pior forma que os peixinhos não sobrevivem fora d'água

Fazer carinho no nosso pet é sempre algo que traz boas emoções. Infelizmente não foi isso que aconteceu com o norteamericano Everett, de 4 anos. O menino queria dormir junto de seu peixe de estimação, mas não sabia que o animal só vive embaixo d'água. Quando percebeu, seu bichinho já estava morto. 

Leia também: Tráfico de animais: mais de 1.500 tartarugas são encontradas dentro de malas

A mãe, Tori Hamlin, desabafou no Facebook. "Achei a cena linda e triste, claro. O peixe morreu." Ela se surpreendeu quando encontrou o filho e seu peixe de estimação na cama. Segundo Tori, o peixe se chamava Nemo, em homenagem ao filme "Procurando Nemo", da Disney. 

Everett e seu falecido peixe de estimação
Facebook/Tori Hamlin
Everett e seu falecido peixe de estimação

Quando finalmente tomou coragem para acordar o filho, Tori teve uma missão difícil: explicar para o menino o que havia acontecido. "Ele ficou arrasado. Não sabia que o peixe ia morrer se tirasse ele de dentro da água. Disse que só queria fazer carinho nele", contou em entrevista ao Daily Mail. 

Leia também: Filhote de pit bull que ficou preso em telhado fica muito feliz ao ver resgate

Segundo ela, Everett adorava ficar olhando para o aquário, que era cheio de luzes coloridas. Ele até escolhia acessórios para decorar o lar de seu pet. Quando publicaram o caso nas redes sociais, diversos internautas se ofereceram para dar ao garoto um novo peixinho, mas os pais já providenciaram um novo animal. 

"Nunca pensei que ele fosse fazer isso, ele nunca tentou tirar o Nemo do aquário", finaliza Tori, deixando claro que o filho prometeu que agora não vai tentar fazer isso com seu novo peixe, para que ele não tenha o mesmo destino de Nemo.

Everett e seu peixe
Facebook/Tori Hamlin
Everett e seu peixe

Leia também: Homem constrói cama para gato e sua esposa cai na risada

A norteamericana ainda reclama na postagem de que algumas pessoas estão chamando seu filho de assassino. "Ele só tem quatro anos, e queria fazer carinho no seu peixe de estimação . Ele não sabia que os peixes não sobrevivem fora d'água!" Pelo menos agora Everett aprendeu, mesmo que de forma difícil, que certos animais não são próprios para serem acariciados.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.