Tamanho do texto

Jeff Horchoff foi chamado para resolver um problema de infestação de abelhas na casa de uma mulher, e se surpreendeu ao encontrar uma colmeia embaixo da cama dela

Muita gente evita abelhas, mas Jeff Horchoff é o tipo de pessoa que gosta delas, e sabe da importância desse inseto. Por isso, o norteamericano resolveu entrar para uma profissão um tanto quanto diferente: resgatar abelhas. O que ele não imaginava é que resgataria uma colmeia de um lugar um tanto quanto inusitado. 

Leia também: Homem segura placa para encontrar dono de cachorro perdido

Jeff já havia sido chamado pela mesma mulher pelo mesmo problema com a colmeia há alguns anos. A mulher ouviu zumbido de abelhas vindo de debaixo de sua cama, e percebeu que a infestação havia reaparecido. Foi aí que ela resolveu pedir a ajuda de Jeff novamente. Por sorte ele já imaginava que o problema voltaria, e deixou uma estrutura de puxadores no chão para levantar a tábua de madeira e retirar as abelhas mais facilmente. 

Puxadores no chão para retirar a colmeia
YouTube
Puxadores no chão para retirar a colmeia

Jeff vestiu sua roupa própria para evitar de ser picado, e utilizou um tipo especial de aspirador para retirar o excesso de insetos do local. Como é muito experiente, ele não demorou muito para retirar o pedaço de madeira que continha aproximadamente 10 mil abelhas. 

"Eu tenho abelhas há 25 anos, mas nunca quis fazer mal à elas", contou ao The Dodo. Jeff também disse que entrou para o ramo de resgate de abelhas quando percebeu a frequência com que suas colmeias tinham que ser realocadas. Provavelmente por essa necessidade de mudarem de lugar que as abelhas foram parar no chão da casa dessa mulher. 

Colmeia encontrada embaixo da cama de norteamericana
YouTube
Colmeia encontrada embaixo da cama de norteamericana


Leia também: Saiba porque lambida de cachorro que come carne crua é perigosa

As abelhas que são resgatadas por Jeff ficam em um monastério sob os cuidados de monges Beneditinos. Essa tradição de mantê-las perto de monges é muito antiga, e por sorte, o Saint Joseph Abbey and Seminary fica no fim da rua de Jeff, onde os insetos podem ficar.

Confira o vídeo completo do resgate da colmeia:


"Assim como os monges, as abelhas trabalham em equipe onde cada uma desenvolve um papel muito importante para a comunidade. Por isso a tradição foi criada", disse. E ele realmente se importa com esses insetos. Quando utiliza o aspirador especial, ele procura a abelha-rainha, que é a única capaz de botar ovos. 

Leia também: Exames preventivos podem prolongar a vida dos animais de estimação

"Eu sempre vou em busca da rainha porque não quero que ela se machuque. Uma abelha-rainha pode botar cerca de 2000 ovos por dia, e ela precisa estar saudável para dar continuidade ao ciclo da colmeia ", finalizou Jeff. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.