Tamanho do texto

Ninguém imaginava que o gigante Bobby Humphreys se apaixonaria pelos pequenos cachorros que são só um pouco maiores que a palma de sua mão

Bobby Humphreys, de Boonsboro, Maryland, nos Estados Unidos, era um homem com uma aparência durona. Ele dizia que nunca adotaria um Chihuahua. Por ser bodybuilder (fisiculturista), além de alto, Bobby é muito forte, e tinha três Rottweilers. Mas tudo mudou quando sua mulher saiu de casa, e ele acabou machucando o braço na academia. 

Leia também: Como escolher corretamente a fantasia de Carnaval para cachorro

Por não ter mais sua companheira e não poder mexer o braço, Bobby acabou ficando deprimido. "Comecei a beber muito, mais do que bebia socialmente", contou em entrevista ao The Dodo. Foi aí que sua pequena salvação apareceu: a  Chihuahua Lady. 

Bobby e alguns de seus Chihuahuas
Facebook/Big Guy, Litte World Sanctuary
Bobby e alguns de seus Chihuahuas


O fisiculturista costumava até fazer piada com seus amigos que tinham cachorros pequenos, mas se viu obrigado a ajudar uma amiga, Constance Rogers, que precisava que ele cuidasse de sua cadelinha por tempo indeterminado. "Ela me ligou e perguntou se eu poderia cuidar de Lady, já que ela teria que se mudar e não sabia se o lugar aceitaria cães", disse. 

Leia também: Labrador é treinado para ajudar sua dona a lavar roupa

Bobby aceitou, já que Constance havia dado uma força para ele durante os momentos mais difíceis de sua depressão. Mas Lady não era das mais sociáveis. "Eu já tinha ouvido falar do temperamento dela, e sabia que não era fácil." A cadela costumava morder e ser bem mimada na casa onde morava. 

Só que o jogo virou. Um dia, Lady escapou de seu cercado, e ficou parada na frente da televisão. Bobby resolveu que não importava se seria mordido, mas a pequena Chihuahua não ficaria mais presa. Foi uma questão de tempo até que um dia, quando Constance chegou para visitá-los, ela ficou maravilhada com a cena: a cadela estava deitada no colo de Bobby.

Depois desse dia, a conexão entre os dois só aumentou. Só que Lady voltou para sua família, e Bobby cogitou  adotar um cachorrinho para ele. Foi então que ele conheceu Kira, uma Chihuahua com problemas alimentares. E depois conheceu Harley e Quinn, duas irmãs também da mesma raça. 

"Percebi que muitos desses cãezinhos pequenos são abusados de diversas formas, e precisam de proteção. Decidi criar o santuário para protegê-los de quaisquer maus-tratos", completa Bobby. Os resgates foram tantos, que hoje em dia ele tem 37  Chihuahuas  em sua casa. Eles são retirados de lugares onde sofriam, são cuidados, e moram num lar cheio de amor e carinho junto com o grande bodybuilder.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.