Tamanho do texto

Os donos tomaram todos os cuidados para evitar fugas e estresse durante a virada do ano, mas mesmo assim Mila não resistiu

Os donos de cachorro sabem bem o quanto os fogos de artifício são perigosos. Os estrondos altos deixam o pet amedrontado, o que pode gerar situações mais graves. Por mais que os tutores tomem cuidado, nem sempre conseguem proteger o peludo e coisas ruins acontecem, como o caso de uma cadela no Rio de Janeiro. 

Leia também: Veterinário impede que cães sejam sacrificados após divórcio dos donos 

A Pit Bull Mila não aguentou a forte queima de fogos na virada do ano e acabou sofrendo uma parada cardíaca. A triste história da cadela comoveu os internautas após seu dono, Randel Silva, compartilhar um texto emocionado escrito pela esposa, Christiane Néri. Desde o dia primeiro, a postagem já tem mais de mil compartilhamentos. 

Cadela morreu de infarto após forte a queima da fogos de artifício no Ano Novo
Reprodução Facebook
Cadela morreu de infarto após forte a queima da fogos de artifício no Ano Novo

A tutora conta na publicação que tomou todas as medidas necessárias para evitar fugas e o estresse em seus animais. "Colocamos música ambiente, algodão nos ouvidos, ficamos juntinhos deles durante toda queima de fogos. Não desgrudamos deles". Contudo, Mila demonstrou estar mais apavorada que seus companheiros peludos. 

Leia também: Norte-americana adota boi e o trata como um membro da família

Randel e Christiane ficaram ao lado dela até a queima de fogos terminar. Aos poucos a Pit Bull  foi se acalmando e deitou, estando apenas um pouco ofegante. No entanto, quando foram acordá-la, Mila estava morta. 

A tutora alega na postagem que esse ano soltaram mais rojões do que o comum, por isso causou o infarto em sua cachorrinha. "Dá uma revolta tão grande saber que ela poderia estar aqui comigo, mas não está graças a esses egoístas que insistem em soltar fogos. Sem se preocuparem com o quanto é danoso e muitas vezes fatal."

Leia também: Você consegue encontrar um gato escondido nessa árvore de Natal?

Christiane resgata animais há dez anos e mantém o Centro de Reabilitação Pata Amiga, onde dá hospedagem aos pets antes de encaminhá-los para adoção. Ela pretende começar uma campanha contra fogos de artifício e rojões para que outros bichinhos não morram como sua cadela

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.