Tamanho do texto

A filhote de Gorila da Planície Ocidental nasceu no Zoológico de Jacksonville no dia 28 de setembro e apresenta bom desenvolvimento

O Zoológico de Jacksonville, localizado na Flórida, Estados Unidos, tem tido muitos motivos para comemorar. É que no dia 28 de setembro, às 13h30, a gorila Kumbuka deu à luz uma bebezinha saudável. Um vídeo em comemoração ao acontecimento foi postado na página do Facebook do Zoo alguns dias depois. 

Leia também: Dono de cachorro que morreu sufocado com pacote de salgadinho faz alerta

Toda a comemoração tem uma razão especial: mãe e filha são da espécie Gorila da Planície Ocidental, que está na lista dos animais que correm crítico risco de extinção feita pela International Union for Conservation of Nature (IUCN).

Inicialmente, o comportamento maternal de Kumbuka, que tem deficiência auditiva, foi considerado normal. Porém, mais tarde, foi observado que ela estava carregando a bebê da forma incorreta. Por isso foi tomada a difícil decisão de retirar a filhote da mãe e levá-la para a criação assistida de curto prazo pela Equipe de Cuidados com Gorilas do Zoológico. 

A filha da gorila Kumbuka nasceu com saúde e está se desenvolvendo bem
Zoológico de Jacksonville
A filha da gorila Kumbuka nasceu com saúde e está se desenvolvendo bem

A bebê, que ainda não recebeu um nome, deve ficar na criação assistida por um período de mais ou menos quatro meses, até que seja capaz de se posicionar de maneira corrta no colo da mãe. Enquanto isso ela tem apenas alguns momentos de interação com Kumbuka. 

Leia também: Cobasi lança novo site e amplia os serviços; conheça todos

Após 19 dias de vida, a filhote apresenta ótimo desenvolvimento. Já engordou 42 gramas, passando de 2,17 kg para 2,59 kg, e está passando algumas horas ao ar livre, onde fica exposta ao sol. As previsões de desenvolvimento para a bebê são as melhores. 

Gorila da Planície Ocidental

Essa é uma subespécie do Gorila Ocidental, originário das florestas e pântanos da planíce da África Central. Costumava ser encontrado em países como Angola, República do Congo, Camarões, Guiné Equatorial, Nigéria e Gabão, porém a caça comercial, os surtos de ebola e outras doenças na região, além da destruição do habitat natural, diminuiram radicalmente o número de exemplares da espécie. 

Leia também: Seis curiosidades sobre a raça Lhasa Apso

Atualmente existem tratados internacionais e esforços para evitar a extinção de todas as espécies de gorilas ameaçadas. O nascimento e o bom desenvolvimento da filhote de Kumbuka é um triunfo que deve ser comemorado. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.