Tamanho do texto

Veterinária Cláudia Garcia é a criadora do banco, localizado dentro do laboratório em que trabalha

A doação de sangue é um ato muito importante para salvar a vida de quem está doente. Assim como os seres humanos, os pets também precisam de cirurgias, tratamentos e transfusão sanguínea em casos de doenças e acidentes. Para isso, é necessário existir mais banco de sangue para animais pelo país e que os bichinhos saudáveis se tornem doadores. 

Leia também: Transfusão de sangue em animais: saiba tudo sobre o assunto

Observando essa carência de hemocentros, a veterinária Cláudia Zefferino Garcia abriu o primeiro banco de sangue para animais no interior de São Paulo. O local fica dentro do laboratório onde a profissional trabalha, o Hemova, na região de Bauru. Lá também se realiza exames de rotina para diversas espécies. 

O estabelecimento é o primeiro a oferecer esse tipo de serviço na cidade. O método, em contra partida, ainda é um pouco desconhecido mesmo dentro do meio veterinário. Até o momento somente cães podem doar para o banco, pois têm maior demanda dos veterinários. A ideia é expandir para os gatos também, mas só futuramente. 

Para os donos que desejam transformar o pet em doador, saibam que o processo tem custo zero. Basta agendar um horário na clínica e realizar um hemograma completo, perfil renal e testes para Leishmaniose e Erliquiose. Após os exames dirão se o cão está apto para doar sangue. Mais informações podem ser adquiridas no site do Hemova

Leia também: Seu pet se machucou? Confira as dicas de primeiros socorros

Pré-requisitos para se tornar doador

A veterinária Cláudia Garcia abriu o primeiro banco de sangue para animais no interior de São Paulo que até o momento só atende cães
Reprodução Facebook
A veterinária Cláudia Garcia abriu o primeiro banco de sangue para animais no interior de São Paulo que até o momento só atende cães


Além desses exames no laboratório, é necessário que o cão cumpra alguns pré-requisitos para se tornar doador. Ele deve ter:

  • No mínimo 27 Kg
  • Entre 1 e 8 anos de idade
  • De preferência, personalidade calma e tranquila para evitar o uso de sedativo
  • Estar com as vacinas em dia
  • Estar totalmente desparasitado
  • Não fazer uso de medicação
  • Não possuir doença infecciosa
  • Não estar grávida (no caso das cadelas)
  • Não estar no período de cio
  • Não ter passado por procedimento cirúrgico recentemente

Leia também: Você sabia que os pets também podem doar sangue?

Cumprindo esses pré-requisitos, seu cão pode doar tranquilamente. Lembre-se que esta prática ajuda a salvar muitas vidas. Por isso, conscientize sua família e amigos para fazer de seus pets doadores. O banco de sangue para animais agradece.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.