Tamanho do texto

Henrique e o filhote Pipo ficam o dia todo juntos, mas são obrigados a se separar na hora da escola

Henrique é um garoto de seis anos com problemas de mobilidade. Ele frequentemente precisa do auxílio da cadeira de rodas para de locomover. Por causa de sua condição, o médico recomendou aos pais comprar um cachorro, de modo a incentivá-lo a se movimentar mais, aperfeiçoar suas habilidades motoras e ter um melhor amigo como companhia.

Leia também:  Mulher descobre depois de meses que seu filhote não é um cachorro

Após muita procura pelo cão ideal, encontraram o filhote Pipo. A conexão com o garoto foi imediata. Logo de cara um se tornou o melhor amigo do outro. Segundo Rodrigo Muraro, irmão mais velho de Henrique, os dois são inseparáveis desde o primeiro dia. "Eles passam o dia todo brincando", comentou em entrevista ao site americano The Dodo.

Cão vai todos os dias recepcionar seu melhor amigo
Reprodução Facebook
Cão vai todos os dias recepcionar seu melhor amigo

O único momento que eles são obrigados a se separarem é quando Henrique vai à escola. Mas, para garantir que não fiquem longe por mais nenhum minuto, Pipo encontrou uma maneira bem fofa de ir cumprimentar o amigo todos os dias quando ele chega em casa.

Leia também: Homem encontra algo inacreditável dentro do capô do carro

Ao ouvir o ônibus escolar chegando, o filhote sai correndo em direção à rua. Assim que as portas se abrem, ele salta para dentro do veículo e fica procurando freneticamente por Henrique. O elevador para cadeirantes é acionado de modo a permitir que o garoto desça. Segundos depois Pipo já está no colo do amigo, muito feliz ao reencontrá-lo.

"Pipo começou a fazer tudo sozinho", disse Rodrigo. "Ele sempre vinha atrás quando minha mãe levava o Henrique até o ônibus para ir à escola, e então um dia ele apenas começou a correr dentro do ônibus quando o viu chegar. Agora ele faz isso todos os dias."

Leia também: Gata tem reação hilária ao visitar varanda pela primeira vez

Por mais que Pipo não seja um cão de serviços treinado, só sua presença já trouxe benefícios a Henrique. O irmão mais velho garante que as habilidades motoras do garoto melhoraram e hoje ele é muito mais feliz, tudo graças ao seu melhor amigo cão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.