Tamanho do texto

Você sabia que antigamente as preguiças eram animais enormes? E que elas são exímias nadadoras?

As preguiças são animais muito conhecidos, é difícil encontrar alguém que não conheça ou que nunca ouviu falar do mamífero que se movimenta tão devagar. A aparência dela é algo que chama muita atenção também. Porém, são poucas as pessoas que conhecem as particularidades desse bicho à fundo, principalmente pelo fato delas terem sido muito mal estudadas no passado. 

10 curiosidades que você nunca soube sobre as preguiças
Reprodução
10 curiosidades que você nunca soube sobre as preguiças


+A história de amizade entre cadela e bebê encantará seu dia

Pesquisas mais recentes revelaram algumas peculiaridades da preguiça e acabaram com algumas lendas. Confira algumas a seguir:

1. Preguiças costumavam ser gigantescas

A preguiça pré-histórica, chamada de megatério, não era pequena e fofa - ela tinha cerca de seis ou sete metros de altura, e pesava entre quatro e sete toneladas.

2. Todas têm três dedos em cada pé

A post shared by Brookfield Zoo (@brookfieldzoo) on


Existem dois tipos de preguiça - a de dois dedos e a de três dedos, ligeiramente menor e mais lenta. No entanto, todas elas têm três dedos nos pés. A diferença só é encontrada na mão, ao contrário do que muitos acreditavam. 

3. Adoram água

Quem pensava que esse mamífero ficava o dia inteiro passando lentamente de uma árvore para a outra se enganou. Ele adora água e desfruta de megulhos. Além disso, são excelentes nadadoras - podem prender a respiração debaixo d'água por até 40 minutos.

4. Não fedem


Esse animal sofreu uma adaptação natural para ser capaz de se proteger dos predadores, já que não possui rapidez para escapar. Os exemplares não suam e não possuem odores corporais. 

5. Elas dorma, mas não tanto quanto imaginam

Enquanto as preguiças em cativeiro podem dormir até 20 horas por dia, aquelas que vivem na região da América Central e do Sul só precisam de oito ou nove horas de sono diário - rotina bastante parecida com a dos seres humanos.

6. Possuem apenas dois predadores


 Os dois predadores de preguiças que existem no reino animal são a águia e o jaguar, sendo a ave a principal. Uma águia tem a visão tão poderosa e garras tão fortes que podem detectar uma preguiça em uma árvore, entrar e tirá-la dos galhos.

+Entregador cria página para compartilhar fotos de cães que encontra diariamente

7. Elas vêem o mundo de forma diferente

As preguiças gastam quase todo o seu tempo nas árvores das florestas tropicais, e quase sempre ficam de cabeça para baixo. De acordo com um estudo realizado pela Universidade de Swansea, elas são capazes de fazer isso porque seus órgãos internos são fixados na caixa torácica.

8. Podem defecar apenas uma vez por semana  


E essa é uma das poucas razões para esse animal descer de uma árvore e se arriscar no chão. A capacidade de armazenamento de fezes é impressionante e elas podem perder até um terço do peso corporal evacuando. 

9. A digestão da preguiça é mais lenta que a do próprio animal

Talvez essa seja a explicação para os grandes intervalos entre cada defecação. Pode paracer mentira, mas esse animal demora 30 dias, um mês, para digerir apenas uma folha.

10. A maioria delas não pode sobrevive em zoológicos 

#DaysOfinstagram #SlothDay #Sloths #internationalSlothDay Kingdom #AnimaliaSeria Phylum #ChordataSeria ORDER #PILOSASeria Suborder #FolivoraSeria Family #BradypodidaeSeria #Genus #BradypusSeria #ThreeToedSloths PygmyThreeToedSloth #BradypusPygmaeus ManedThreeToedSloth #BradypusTorquatus PaleThroatedThreeToedSloth, #BradypusTridactylus BrownThroatedThreeToedSloth, #BradypusVariegatus Family #MegalonychidaeSeria Genus #CholoepusSeria #TwoToedSloths LinnaeusesTwoRoedSloth, #CholoepusDidactylus HoffmannsTwoToedSloth, #CholoepusHoffmanni #SlothDaySeria #internationalSlothDaySeria #SlothsSeria #AnimalDaysSeria #OctoberDaysSeria #EkimGunleriSeria #21EkimSeria #internationalDaysSeria #21octoberSeria 2017 Saturday

A post shared by South American Animals (@southamericananimals) on


Existem seis espécies de preguiças - quatro de três dedos e duas de dois dedos. Destas, apenas as espécies de dois dedos são frequentemente encontradas nos zoológicos. Trata-se de uma questão de movimento e dieta. Na natureza, as de dois dedos se movem mais de 40 metros por dia através das copas das árvores, já as de três dedos movem-se muito menos. O resultado é que as de dois dedos têm uma dieta mais variada, aceitando diferentes alimentações. Enquanto isso, as outras não comem quase nada além de partes de árvores e possuem difícil criação e adaptação. 

O zoológico Dallas World Aquarium tem a única preguiça de três dedos em exibição nos Estados Unidos. Isso é possível porque ela, em particular, se sente muito confortável com a presença de humanos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.