Oferecer alimentos humanos para os pets colabora com o aumento da obesidade em animais
shutterstock
Oferecer alimentos humanos para os pets colabora com o aumento da obesidade em animais

A obesidade pode trazer inúmeros problemas para a nossa saúde, como os nossos pets isso não é diferente . Por tanto, mesmo que o seu cão ou gato esteja “fofinho”, é importante estar atento à saúde do animal.

Um estudo realizado pela Dog Friendly, no Reino Unido, mostrou que 51% dos animais domésticos estão acima do peso ideal . Devido ao acesso restrito a rua durante a pandemia.

Para esclarecer dúvidas sobre a questão do sobrepeso em nossos amigos de quatro patas, o Canal do Pet conversou com os médicos veterinários  Gabriela de Paula Borduchi e Claudir M Freitas, que trazem dicas importantes para que o seu pet não passe do peso.

Malefícios do sobrepeso

Obesidade felina é um problema que atinge gatos domésticos
shutterstock
Obesidade felina é um problema que atinge gatos domésticos

Segundo a veterinária Gabriela de Paula Borduchi, um animal obeso é considerado um animal em estado inflamatório crônico de baixo grau. Um cachorro obeso pode ter hiperlipidemia, problemas ortopédicos, alterações cardiorrespiratórias, diabetes tipo 2.

Já em gatos, a obesidade causa principalmente resistência insulínica, lipidose hepática, problemas ortopédicos, dermatoses e DTUIF (doença do trato urinário inferior felino).

O excesso do tecido adiposo é visto como causa de doenças osteoarticulares como osteoartroses e alterações nos discos intervertebrais. Ocorre também a interação de tecido adiposo com o sistema imune e alteração na produção e secreção de citocinas que podem alcançar diferentes tecidos intensificar as respostas inflamatórias locais.

O médico veterinário Claudir M Freitas, ressalta que algumas raças são mais acometidas, como, por exemplo, os braquicefalicos (cachorros com focinho curto) com problemas respiratório, cães de raças grandes com problemas articulares e  dachshund com problemas de coluna.

Qual é a média de peso ideal para o porte do animal

Você viu?

O número de animais obesos tem aumentado
Shuttersock
O número de animais obesos tem aumentado

Gabriela de Paula explica que para saber o peso ideal para cada animal deve ser feita a avaliação nutricional, exame físico e clinico completo.

  • Descartar doenças endócrinas e uso de fármacos.
  • Avaliar o ECC (escore de condição corporal). Que vai de 1 a 9.
  • Acima de 4 e 5 representa aumento de peso de 10%, então o cão com no mínimo 25% do excesso do peso é aquele considerado obeso.

Claudir M Freitas lembra também que as mudanças estéticas mudaram muito o fenótipo dos animais, com alterações genéticas provocadas pelo homem, os cães ficaram mais “compactos”, o que afeta também a saúde dos pets.

Como evitar o sobrepeso quando não se pode praticar exercícios diários

Para Claudir M Freitas, a falta de exercícios diários vem sendo um grande fator para a obesidade, tanto para os pets, quanto para seus tutores. A situação atual favorece o sedentarismo, então a dica é tentar manter os hábitos alimentares, sem  petiscos e guloseimas para ambos.

Além disso, tenha uma quantidade certa de alimento para oferecer diariamente. Dividindo em até 3 vezes ao dia e tentar fazer o pet se exercitar, com brinquedos e coisas que o estimule a se movimentar, diz Gabriela de Paula.

Meu pet já está com sobrepeso, qual o melhor tratamento?

A alimentação é determinante para saúde do pet
Reprodução/ Shutterstock
A alimentação é determinante para saúde do pet

Segundo Gabriela de Paula Borduchi, para o pet que está com sobrepeso é importante unir a dieta com a fisiatria. Visando uma perda de peso com suprimento adequado as necessidades nutricionais, com mínima perda de massa muscular e tentando manter um bom grau de saciedade ao animal.

O foco do tratamento da obesidade é a perda da gordura com a mínima perda da massa magra, melhorando a condição de saúde e qualidade de vida do animal.

Existem alimentos disponíveis no mercado que oferecem excelentes resultados, mas é importante consultar um veterinário antes de oferecer qualquer alimento ao pet, finaliza Claudir Freitas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários