Tamanho do texto

Fios, chinelos e outros objetos comuns para os humanos podem ser muito prejudiciais para os pets

Mesmo muitos pets sendo bem alimentados, a grande maioria deles adora fazer “arte” e comer coisas que não são próprias para o organismo deles. Porém, o que muitos tutores não imaginam é que muitos destes objetos prejudiciais estão dentro de casa, e são de uso comum dos humanos.

Leia também: 5 curiosidades sobre filhotes de cães e gatos que você precisa saber

cachorro comendo meia
shutterstock
Espuma, chinelo, fios e outras coisas podem ser prejudiciais para seu animal de estimação


 Para alertar sobre o que pode causar um acidente com seu animal de estimação , seja um cão ou gato, a veterinária Milena Guimarães, do Hospital Cão Bernardo fala um pouco sobre os casos mais comuns que chegam ao hospital e com o que ficar atento em casa.

Segundo a veterinária o mais comum de acontecer em casa são as quedas. “Costumamos atender mais fraturas por quedas, das mais simples: queda do sofá, cama, cadeira, colo do tutor”, que são as mais simples, até as mais complexas. “Quedas de locais altos, como sacadas e janelas”, completa. Por isso é sempre importante ter telas protetoras e garantir que o pet está seguro no colo.

Leia também: As raças de cachorro que mais sofrem com o frio e o que pode ser feito

Além das quedas, também existem outros tipos de acidentes: atropelamentos. Esses acontecem mais em quem mora em casa com garagem, já que o pet pode ficar embaixo do carro ou estar passando por trás dele na hora em que o tutor estiver manobrando.

Dentre os objetos perigosos, estão: chinelos, pedaços de brinquedos, panos, fios de tecido e arame. É importante ressaltar que com fios elétricos o cão ou gato pode sofrer um choque, que dependendo da voltagem e intensidade, é fatal.

A ingestão de produtos de limpeza também é prejudicial, explica Milena. “Produtos de limpeza ou venenos, seja para rato, baratas, ou outros insetos, devem ser guardados em locais longe do acesso dos animais”, finaliza.