Tamanho do texto

Especialista garante que com adaptações no ambiente domiciliar é possível controlar as alergias e ter um animal de estimação

Muitas pessoas deixam de ter um animal de estimação por causa de crises de alergia. Mas de acordo com a pediatra Déborah Rocha,  do Plunes Centro Médico, isso não deve ser um impedimento para ter um cachorro ou um gato dentro de casa. 

Leia também: Pensão alimentícia é um direito do seu pet; advogada explica

Déborah explica que as alergias são causadas por substâncias alergênicas originárias do corpo ou da mucosa dos bichos, que fixam-se no ambiente. Assim, dar mais atenção para a limpeza da casa pode solucionar o problema. 

menina espirrando do lado de um cachorro
shutterstock
A alergia impede muitas pessoas de ter um animal de estimação em casa

“É possível ter um pet mesmo manifestando crises alérgicas desde que sejam tomados alguns cuidados específicos no local onde o animal vive. A primeira dica é manter uma rotina de limpeza em todas as áreas onde o bichinho circula. Isso ajuda a evitar ácaros e substâncias alergênicas. Já para os sintomas, pode-se usar medicações de efeito antialérgico ou a imunoterapia, que diminui a sensibilidade do paciente a determinadas substâncias”, explica a especialista.

O que acontece é que muitas vezes esse cuidado mais específico com a limpeza não é rotina das casas com animais de estimação, o que favorece a proliferação de ácaros - os principais causadores de alergias. No fim das contas os pets acabam levando a culpa das alergias que, na realidade, são causadas por esses ácaros.

Leia também: Como escolher a ração ideal para seu cachorro

O ácaro é um inseto que vive em carpetes, tecidos, sofás, cortinas, colchões, onde absorve umidade do ambiente e se alimenta de matéria orgânica, especialmente da descamação da pele humana e de animais. As principais formas de evitá-los são: lavar as cobertas com água morna e secar na secadora em alta temperatura, ter o mínimo possível de carpetes, móveis estofados e cortinas de tecido (prefira persianas de vinil facilmente laváveis), além de evitar bichos de pelúcia nos quartos.

“O único mal que o ácaro causa ao humano é desencadear reações alérgicas. Então a limpeza constante realmente funciona, já que diminui os ácaros e as substâncias alergênicas dos pets”, finaliza a pediatra. 

    Leia tudo sobre: casa