Tamanho do texto

A conjuntivite é a causa mais provável quando o assunto é vermelhidão, mas outras doenças oculares também apresentam esse sintoma

Ao contrário de outros problemas de saúde, gato com olhos vermelhos é uma condição facilmente detectável pelos donos. De longe é possível notar a vermelhidão do globo ocular do bichano. Por ser uma região delicada e sensível, é normal que os tutores se desesperem e não saibam como resolver a situação.

Leia também: Conheça as doenças oculares mais comuns em gatos e como tratar

Existem vários problemas que deixam o gato com olhos vermelhos , descubra quais são elas e como tratar. Felizmente, a vermelhidão nos olhos não costuma ser uma condição grave. Na verdade, dependendo da origem do problema, é facilmente resolvido. Apesar disso é obrigatório visitar o veterinário, pois casos mais sérios precisam da ajuda de um especialista. 

Conjuntivite

A conjuntivite é a causa mais provável quando o assunto é olhos vermelhos. É possível identificá-la através da vermelhidão e remelas
reprodução shutterstock
A conjuntivite é a causa mais provável quando o assunto é olhos vermelhos. É possível identificá-la através da vermelhidão e remelas

A conjuntivite é a causa mais provável quando o assunto é olhos vermelhos. É possível identificá-la através da vermelhidão e remelas. Pode afetar apenas um olho, mas como é muito contagioso entre os gatos, é normal que ambos sejam contaminados. 

Diversos fatores podem causar conjuntivite, sendo uma infecção viral a mais comum. Nesse caso, o animal apresentará olhos vermelhos e inchados, fechados e com abundante secreção purulenta e pegajosa, que seca e forma crostas. Essa doença afeta até mesmo filhotes com menos de 8 a 10 dias. Se não for tratada, pode causar cegueira. 

A conjuntivite também pode ser provocada por uma alergia ou bactérias. É necessário limpeza e administração de antibióticos prescritos pelo veterinário para curar o problema. Quando não é cuidada adequadamente, pode desenvolver úlcera e resultar na perda do olho. 

Alergia

Ao contrário de outros problemas de saúde, gato com olhos vermelhos é uma condição facilmente detectável pelos donos
reprodução shutterstock
Ao contrário de outros problemas de saúde, gato com olhos vermelhos é uma condição facilmente detectável pelos donos

Alergias estão entre as principais causas de vermelhidão nos olhos. Os gatos podem apresentar diversos sintomas quando a causa é um alérgeno, sendo o mais comuns: alopecia, erosões, dermatite miliar, complexo eosinofílico, prurido, tosse que se mantém por um tempo, espirros, ruídos respiratórios e até mesmo uma conjuntivite.

Leia também: Percebeu uma bolinha vermelha na pálpebra do pet? Pode ser olho de cereja

Assim que notar algum desses sintomas, leve seu bichano ao veterinário para que possa ser diagnosticado e tratado. Para que o problema não volte, o ideal é descobrir o causador da alergia e manter o bichano bem longe. Mas nem sempre é possível, por isso a solução é tratar os sintomas. 

Úlcera da córnea

Se você conseguir ver o corpo estranho, tente acalmar o bichano para retirá-lo. Embebe soro ou água fria em uma gaze e passe-a sobre o olho para remover o objeto
reprodução shutterstock
Se você conseguir ver o corpo estranho, tente acalmar o bichano para retirá-lo. Embebe soro ou água fria em uma gaze e passe-a sobre o olho para remover o objeto

A úlcera da córnea é uma ferida na córnea, geralmente causada pela evolução de uma conjuntivite não tratada. Essa doença pode ser a explicação para os olhos vermelhos do gato. Normalmente também apresenta dor, lacrimejamento, corrimento purulento, o olho está sempre fechado e mudanças na córnea, como rugosidade ou pigmentação. 

Para confirmar a existência de uma úlcera, será aplicado gotas de fluoresceína no olho. Se alguma parte for tingida de verde, o animal tem a doença. É importante saber que existe mais de um tipo, sendo classificadas de acordo com a profundidade, tamanho, origem, etc. É necessário ir ao especialista para identificar o tipo e determinar o tratamento.

Além da conjuntivite não tratada, as úlceras podem ser causadas por um trauma em decorrência de um arranhão ou corpo estranho. Também se forma quando o olho fica exposto a massas ou abscessos. Outros responsáveis são queimaduras químicas ou térmicas. As mais superficiais respondem bem ao tratamento com antibiótico. 

Durante essa fase o bichano não pode encostar no olho. Pode ser preciso utilizar um colar elisabetano para evitar maiores danos. Se os medicamente não resolverem, será necessário recorrer à cirurgia. Quando o caso é bem grave, por exemplo, qual há uma perfuração, a cirurgia deve ser imediata.

Leia também: Úlcera de córnea em cães e gatos: O que é e como tratar?

Corpos estranhos

Por mais simples que alguns problemas pareçam, a recomendação geral é sempre ir ao veterinário
reprodução shutterstock
Por mais simples que alguns problemas pareçam, a recomendação geral é sempre ir ao veterinário

Corpos estranhos no globo ocular está entre as causas mais simples de se resolver. Se você perceber que o olho está vermelho, lacrimejante e o bichano fica esfregando como se estivesse incomodado com algo, provavelmente tem o famoso "cisco no olho". Esse objeto pode ser uma farpa, fragmentos de plantas, poeira, etc.

Se você conseguir ver o corpo estranho, tente acalmar o bichano para retirá-lo. Embebe soro ou água fria em uma gaze e passe-a sobre o olho para remover o objeto. Você pode pingar soro diretamente no olho se possuir um bico dosador. Se o corpo não sair, mas está visível, mova-o para fora usando a ponta da gaze ou um cotonete embebido em água ou soro. 

Caso não seja possível retirar o objeto ou esteja preso no olho, leve o gatinho ao veterinário. Manter o corpo entranho pode causar danos significativos, como conjuntivite ou úlceras.

Uveíte

Quando não recebem o tratamento adequado, as doenças oculares podem causar a cegueira nos bichinhos
reprodução shutterstock
Quando não recebem o tratamento adequado, as doenças oculares podem causar a cegueira nos bichinhos

Uveíte é a inflamação da úvea, região constituída pela íris, membrana coróide e pelos processos ciliares. Geralmente é ocasionada por doenças sistêmicas graves, embora também se origine após traumas causados por brigas ou atropelamentos. 

Existem vários tipos de uveítes, pois variam conforme a área afetada. Essa inflamação causa dor, edema, contração da pupila, diminuição da pressão intraocular, lacrimejamento, vermelhidão nos olhos, retração do globo ocular, protrusão da terceira pálpebra, etc. Leve o felino ao veterinário ao menor sinal desses sintomas.

Quando não tratada, a uveíte pode causar catarata, glaucoma, descolamento de retina ou cegueira . Dentre as doenças que pode causar essa condição, estão a toxoplasmose, a leucemia felina, a imunodeficiência felina, a peritonite infecciosa, algumas micoses, a bartonelose ou os vírus do herpes. 

Leia também: Como cuidar de um gato cego?

Por mais simples que alguns problemas pareçam, a recomendação geral é sempre ir ao veterinário. Às vezes, seu gato com olhos vermelhos tem uma doença muito mais grave e necessita de atendimento imediato. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas