Tamanho do texto

Sangrar durante o cio não é incomum, mas é preciso se preocupar com a quantidade, a frequência e quanto essa situação acontece

Quando os tutores optam pela não castração, precisam estar preparados para lidar com a cadela no cio. É uma fase bastante difícil para todos na casa, pois a cachorrinha fica agitada, carente, estressada e muitos machos começam a persegui-la. Contudo, é passageiro (costuma ocorrer duas vezes ao ano) e com paciência é possível superar.

Leia também: A mudança de comportamento e os cuidados necessários com uma cadela no cio

Como é uma situação nova na vida de muitos donos, é normal surgir perguntas a respeito. Uma das mais comuns é sobre sangramento. Essa situação não acontece sempre, mas tem cadela no cio que costuma sangrar muito, e isso naturalmente preocupa os tutores. Saiba tudo sobre o assunto e não tenha mais dúvidas. 

Funcionamento do cio em cadelas

Cadela no cio é uma fase bastante difícil para todos na casa, pois a cachorrinha fica agitada, carente, estressada e muitos machos começam a persegui-la
reprodução shutterstock
Cadela no cio é uma fase bastante difícil para todos na casa, pois a cachorrinha fica agitada, carente, estressada e muitos machos começam a persegui-la

Sangrar durante o cio não é algo tão incomum quanto parece. O que devemos nos preocupar é com a quantidade, a frequência e quando ele ocorre. Saiba que isso irá variar muito de fêmea para fêmea, por isso é importante conhecer o ciclo reprodutivo da cadela para determinar quando o sangramento está normal. 

A primeira fase é chamada de proestro, na qual dura até três semanas. O sangramento é normal nesse período, podendo apresentar diferente tonalidades: cor de sangre fresco, rosado, amarelado ou marrom. O padrão é a fêmea liberar apenas gotículas ou pequenos jatos, pois grandes quantidades, mau cheiro ou sintomas de febre e dor merecem cuidados médicos.

Além disso, nessa fase também é visível uma inflamação da vulva e é comum a cadela urinar mais vezes. Ao final, a cachorrinha costuma ficar mais receptiva aos machos devido à produção de feromônios. Para demonstrar o interesse, deixa suas genitálias expostas, e esse sintoma indica o início da próxima fase. 

O estro é a fase de maior fertilidade , portanto a fêmea aceita o macho para acasalar e pode até engravidar. O tempo de duração é de até três semanas e termina quando a fêmea passa a recusar o parceiro. Em geral, o cio propriamente dito é formato pelo proestro e estro. Nessa última fase não deve haver sangramento e, se acontecer, leve-a ao veterinário, pois pode ser uma infecção ou irregularidades no cio. 

Leia também: Citologia vaginal é um exame muito importante para cadelas; saiba mais

A penúltima fase é chamada de diestro, quando a cadela já não quer mais acasalar e até o macho perde o interesse. Se a fêmea engravida, esse período dura os meses correspondentes a gestação e termina no momento do parto. Quando não há fecundação, a fase se encaminha para a próxima e não deve haver sangramento. 

Por fim, a fase anestro corresponde ao período de inatividade sexual. A fêmea irá voltar ao seu comportamento normal e não desejará se reproduzir por um bom tempo. Este período dura até começar um novo ciclo de cio. 

Momentos em que o sangramento é normal

A penúltima fase é chamada de diestro, quando a cadela já não quer mais acasalar e até o macho perde o interesse. Se a fêmea engravida, esse período dura os meses correspondentes a gestação e termina no momento do parto
reprodução shutterstock
A penúltima fase é chamada de diestro, quando a cadela já não quer mais acasalar e até o macho perde o interesse. Se a fêmea engravida, esse período dura os meses correspondentes a gestação e termina no momento do parto

A única fase do ciclo reprodutivo em que sangrar é comum é no proestro. Contudo, não é possível determinar uma quantidade ou número de dias normais, uma vez que não existe um padrão. Além disso, nenhum cio é igual ao outro, mais um motivo para não existir um parâmetro em que se basear.

Num geral, o que pode ser dito para orientar os donos é que mais de três semanas de sangramento é preocupante. Como dito, é normal a cadela sangrar no início do proestro, mas o dono deve ir verificando se o fluxo diminui e a cor vai escurecendo ao longo das semanas. Obviamente as secreções não devem cheirar mal, pois podem significar infecção. 

A quantidade também varia muito. Em algumas cadela passa despercebido, pois sai tão pouco e ela ainda limpa com a língua. O normal é cair algumas gotas ou jatos pequenos da vulva, podendo sujar as zonas próximas e até as patas. Tenha em mente que, se a fêmea passa muito tempo deitada, é comum cair uma quantidade maior quando se levanta. 

Leia também: Como controlar os impulsos sexuais na fase de reprodução dos cães?

Não se esqueça de cobrir a caminha e os móveis em que a cadela fica nesse período, pois podem ser manchados de sangue. Utilize panos, lençóis e toalhas velhas já que podem ser jogados fora caso as manchas não saiam ao lavar. 

Irregularidades no cio

Sangrar durante o cio não é algo tão incomum quanto parece. O que devemos nos preocupar é com a quantidade, a frequência e quando ele ocorrer
reprodução shutterstock
Sangrar durante o cio não é algo tão incomum quanto parece. O que devemos nos preocupar é com a quantidade, a frequência e quando ele ocorrer

Embora mude de raça para raça, o tradicional é a cadela iniciar o cio entre 6 e 8 meses. Porém, durante os dois primeiros anos é normal que a fêmea apresente irregularidades, entrando no cio antes ou depois da época esperada. Isso explica um sangramento ocorrer inesperadamente.

Apesar dessas alterações se resolverem sozinhas ao longo dos próximos ciclos, você pode levar sua fêmea ao veterinário caso ache necessário. 

Vale a pena saber, também, que os cios vão sendo espaçados com o passar dos anos. Por isso, se acredita que sua fêmea está sangrando muito ou tendo cios seguidos mesmo com a idade avançada, leve-a ao médico. O sangue pode ser consequência de algum tumor, necessitando de atendimento imediato.

Leia também: Aprenda a manter os cães afastados de uma cadela no cio

Como visto, uma cadela no cio sangrar nem sempre é motivo de preocupação. Você deve ficar atento quando a situação foge do normal, ou quando existe sinal de doenças, como febre, dor, pus ou apatia. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.