Tamanho do texto

Algumas dicas simples evitarão constrangimentos e situações inesperadas por parte dos cães

Quando chega a fase de reprodução dos cães, uma das principais dificuldades dos donos é controlar os impulsos sexuais do pet. Faz parte do instinto do bichinho querer cruzar nessa época, por isso ele fica descontrolado quando encontra seu sexo oposto. Quem tem macho acaba sofrendo mais do que donos de fêmeas. 

Leia também: Quais são as vantagens e desvantagens de castrar o cachorro?

Apesar de se um período natural e passageiro, a fase de reprodução dos cães pode acarretar em inúmeras situações indesejadas, e um exemplo é gravidez. Para evitar constrangimentos e eventos inesperados, basta seguir alguns conselhos que ajudam no controle dos impulsos sexuais dos cães. 

Dicas para controlar o apetite sexual

1º Castração

Quando chega a fase de reprodução dos cães, uma das principais dificuldades dos donos é controlar os impulsos sexuais do pet
reprodução shutterstock
Quando chega a fase de reprodução dos cães, uma das principais dificuldades dos donos é controlar os impulsos sexuais do pet

A castração é a forma mais eficaz de controlar a vontade de reprodução do bichinho, pois são retirados os testículos, onde se produz a testosterona (causadora do instinto sexual). O mesmo vale para as fêmeas, em que serão extirpados os ovários e útero, impedindo uma gravidez indesejada.

No caso dos machos, eles continuarão tendo atração pelas fêmeas e sentindo o odor exalado na época do cio após a cirurgia. Contudo, o vigor sexual estará bem menor e não ficarão incontroláveis quando se depararem com uma cachorrinha. Além disso, a falta de testículos impedirá que eles se reproduzam ou tenham cistos na região futuramente. 

Para que o método seja eficaz, o ideal é que seja realizado antes de um ano de idade, pois nessa fase o cão ainda não teve contato com fêmeas e conseguirá se controlar melhor no futuro. Consulte um veterinário para saber onde realizar a castração de maneira segura.

2º Adestramento

Para impedir que o cachorro tenha certos impulsos, o adestramento é uma ótima opção. Se você educá-lo corretamente desde filhote, ele responderá facilmente aos seus comandos. Lembre-se, um animal bem adestrado é mais fácil de ser controlado do que aquele teimoso e impulsivo.

Contudo, embora esses comandos não garanta o controle total do pet, seu comportamento ficará bem mais contido quando ver uma fêmea no cio. Por isso, é melhor se precaver oferecendo um bom adestramento.

Leia também: A mudança de comportamento e os cuidados necessários com uma cadela no cio

3º Exercícios físicos

Na época de reprodução, o animal precisa de muitos estímulos físicos, por isso os exercícios são uma ótima forma de atender seus desejos. Em geral, essa prática moderará o apetite sexual do canino quando se aproximar de uma fêmea no cio.

Portanto, reserve um tempo no seu dia para os passeios. É importante que seja realizado todos os dias e o tempo de duração dependerá do condicionamento físico de cada animal. Se não puder, contrate um dog walker de confiança.

A maioria dos caninos tem o costume de
reprodução shutterstock
A maioria dos caninos tem o costume de "montar" nas pernas e braços dos donos para tentar satisfazer seus desejos

4º Utilize coleiras durante os passeios

Mesmo que seu cachorro seja educado, adestrado e esteja acostumado a andar sem coleira, é melhor não vacilar durante a fase de reprodução. Não dá para prever como o macho reagirá quando ver uma fêmea no cio. A atração pode ser tão forte que ele sairá correndo e não obedecerá suas ordens.

Para evitar uma fuga indesejada, coloque a coleira do seu bichinho. Apenas o solte em situações muito concretas e quando não houver outros animais por perto. É uma medida simples que garante a segurança do seu companheiro.

5º Mude o itinerário dos passeios

Nem todos os tutores se preocupam em controlar seus animais. Por isso, se você não confia que os donos de fêmeas irão segurá-las na presença de machos, uma opção é trocar os horários ou locais dos passeios. 

Ir a outros parques, mudar o percurso ou trocar de horário é um jeito de não trombar com fêmeas no cio. Além de evitar situações constrangedoras, você garantirá que seu amigo não seja estimulado sexualmente.

6º Cuidado com possíveis fugas

A possibilidade de o cachorro fugir nessa época para saciar seus desejos é muito grande, você tendo um macho ou uma fêmea. Então, quando a puberdade se aproximar, esteja preparado para todos os tipos de situações. Evite deixar o portão aberto, lacre possíveis passagens que dão na rua e fique de olho aberto nos movimentos do pet. 

Leia também: Saiba como fazer o cruzamento de cães da forma correta

7º Não permita que o cão "monte" em você

A maioria dos caninos tem o costume de "montar" nas pernas e braços dos donos para tentar satisfazer seus desejos. Apesar de ser engraçadinho, você não pode deixá-lo fazer isso. É um comportamento inadequado e constrangedor, principalmente se o animal fizer em visitas e pessoas desconhecidas.

Quando o ver fazendo isso, diga um "não" firme e seguro. Continue repetindo até ele acatar sua ordem. Não aplique castigos, pois não irá resolver o problema.

O que fazer se nenhuma das dicas funcionar?

Se você perceber que o apetite sexual é muito acentuado, mesmo após a fase de reprodução dos cães ter passado, o recomendado é visitar um veterinário
reprodução shutterstock
Se você perceber que o apetite sexual é muito acentuado, mesmo após a fase de reprodução dos cães ter passado, o recomendado é visitar um veterinário

Tirando a castração, existe a possibilidade das dicas não funcionarem com o canino. Nesses casos, será preciso encontrar outras formas de controlar seu desejo sexual, como usando um esguicho de água. Se o pet não escuta seus comandos e continua "montando" nas pessoas e objetos, um jato de água poderá controlar tal comportamento.

Quando você ver o animal se lançando sobre algo ou alguém, diga "fora" e imediatamente borrife um pouco de água em seu corpo. A ação o deixará perdido e desconcertado. Em seguida, finja indiferença para que ele assimile o comando. Somente após alguns minutos vá brincar com ele ou ir passear para satisfazer sua necessidade de movimento. 

Leia também: Seu pet tem um forte desejo sexual? Ele pode estar com satiríase canina

Se você perceber que o apetite sexual continua muito acentuado, mesmo após a fase de reprodução dos cães ter passado, o recomendado é visitar um veterinário. O animal pode estar com algum problema de saúde e necessitar de tratamento. Não deixe de pedir auxílio ao profissional nessas situações.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.