Tamanho do texto

Os machos não medem esforços quando desejam cruzar com uma fêmea, por isso mantê-los longe é um grande desafio

Se você tem uma cadela no cio, é muito provável que os cães machos da vizinhança tentem se aproximar dela, principalmente os virgens, pois desejam procriar a todo o custo. Esses animais costumam a ser muito persistentes e mantê-los afastados se torna um verdadeiro desafio.

Leia também: Como controlar os impulsos sexuais na fase de reprodução dos cães?

Jamais subestime a determinação e capacidade de um macho que deseja cruzar com uma cadela no cio , sobretudo se está tentando evitar uma gravidez. Essa é uma fase bastante incômoda na vida dos tutores, mas que tem prazo de validade.

Contudo, enquanto o período reprodutivo da cachorrinha não termina (dura em média duas ou três semanas), cabe a você manter os machos bem longe. Seguindo algumas dicas simples é possível afastar os cães, permitindo que a cadela tenha uma semana tranquila. 

Dicas para afastar os machos

Se você tem uma cadela no cio, é muito provável que os cães machos da vizinhança tentem se aproximar dela, principalmente os virgens, pois desejam procriar a todo o custo
reprodução shutterstock
Se você tem uma cadela no cio, é muito provável que os cães machos da vizinhança tentem se aproximar dela, principalmente os virgens, pois desejam procriar a todo o custo

1) Mantenha a cadela em casa

Nesse período, é muito importante manter a cadelinha dentro de casa até o cio terminar. Se você tem um quintal em casa, permita que ela brinque, se exercite e se distraia. Vá supervisioná-la de tempos em tempos para verificar se tudo ocorre bem. 

Porém, não se esqueça de fechar portas e frestas no muro por onde um cão consiga entrar. Os machos tem a capacidade de detectar uma fêmea em ciclo reprodutivo até 8 km de distância e eles não medem esforços para encontrá-la. Portanto, tome essas precauções antes de soltar sua cadelinha no quintal. 

2) Não permita que ela saia de casa sozinha

Você deve evitar ao máximo que a cadela saia na rua durante o cio, sobretudo sozinha. Caso contrário, os cães serão atraídos pelo cheiro e tentarão acasalar com ela. Além disso, é bem provável que os machos também comecem a urinar nas portas e paredes exteriores da sua casa. A melhor forma de manter a cachorrinha segura é tendo você ao lado dela.

Leia também: A mudança de comportamento e os cuidados necessários com uma cadela no cio

3) Altere os horários e destinos dos passeios

Se você puder, uma sugestão para evitar os ataques de machos é alterar os horários e destinos dos passeios. Opte pelos períodos mais calmos do dia, como de manhã, depois do almoço ou no final da tarde. Escolha, também, locais tranquilos e poucos movimentados. Dessa forma, não precisará afastar os cães e o passeio será bem melhor. 

4) Limpe a casa mais vezes

A gente pode não perceber, mas as cadelas no cio exalam um odor (produzido por seus feromônios) muito chamativo para os machos. A proposta desse cheiro é atrair qualquer animal que estiver próximo (não se esqueça de que os cães têm um olfato muito poderoso).

Dessa forma, limpar a casa mais vezes pode ajudar a diminuir a intensidade do cheiro e, consequentemente, manter os machos longe. 

5) Sprays anti-cheiro

Já existem no mercado produtos que servem para atenuar o odor liberado pelas fêmeas. Sprays anti-cheiro e spray ou tablete de clorofila são boas opções, podendo ser encontrados em lojas de animais. No entanto, esses itens são uma espécie de remédio e não devem ser utilizadas sem recomendação médica. Consulte o veterinário antes de comprar. 

4) Fraldas caninas

Pode até parecer uma medida extrema, mas as fraldas caninas são grandes aliadas de quem tem uma cadela no cio. Isso porque elas retardam um pouco a propagação do feromônio e impedem a penetração de outro cão, previnindo assim uma gravidez indesejada. Além disso, ajudam a manter o ambiente mais limpo.

Trocá-las regularmente ao longo do dia é fundamente para evitar o mau cheiro e manter a higiene. Você pode, inclusive, passar toalhinhas umedecidas na região íntima da fêmea quando trocar a fralda. 

5) Jamais utilize medicamentos que inibam o cio

A utilização de medicamentos que inibam o cio é sempre uma péssima opção. Tanto as injeções quanto os compridos possuem compostos hormonais que atuam rapidamente no organismo da fêmea para acabar com o ciclo. Porém, o uso prolongado não é recomendado, já que favorece a obesidade e outros problemas de saúde.

Os compridos, em especial, costumam ter efeitos secundários relacionados ao câncer. Portanto, não considere esses medicamentos como alternativa. Em geral só são recomendados para cadelas muito jovens para serem operadas. 

Leia também: Seu pet tem um forte desejo sexual? Ele pode estar com satiríase canina

Se você não tem uma fêmea, controle seu macho

Num geral, as dicas para controlar o canino é mantê-lo dentro de casa, levá-lo para passear em horários e locais mais tranquilos e exercitá-lo bastante
reprodução shutterstock
Num geral, as dicas para controlar o canino é mantê-lo dentro de casa, levá-lo para passear em horários e locais mais tranquilos e exercitá-lo bastante

Todas essas dicas também se estendem para quem tem um macho. Se você perceber que o cão está muito agitado, tentando escapar a qualquer custo e ficando louco na presença de uma fêmea, provavelmente está no período reprodutivo. 

Num geral, as dicas para controlar o canino é mantê-lo dentro de casa, levá-lo para passear em horários e locais mais tranquilos e exercitá-lo bastante. Brincadeiras e atividade física é o melhor jeito de acalmá-lo e fazê-lo esquecer da cadela. 

Além disso, não ofereça calmantes ou sedativos. Esses medicamentos podem até funcionar em um curto período, mas não são a solução ideal. Os sedativos, inclusive, podem causar problemas graves de saúde. 

Castração como opção

A castração é a melhor opção para evitar os incômodos de quando a cadela está no cio
reprodução shutterstock
A castração é a melhor opção para evitar os incômodos de quando a cadela está no cio

A última dica — e talvez a mais efetiva — é castrar a cadela. Além de manter os cães definitivamente afastados, você evitará diversos incômodos na época do cio, uma possível gravidez, doenças e mudanças de comportamento não desejadas. Você também estará contribuindo para a diminuição de animais abandonados.

Leia também: As fases e cuidados da gestação canina

Essa cirurgia é bastante simples, basta entrar em contato com um veterinário de confiança e marcar um dia. De qualquer forma, é importante ficar de olho na cadela no cio mesmo depois de castrada. Se ela entrar em ciclo reprodutivo , é possível que tenha síndrome do ovário remanescente. Em casos assim, consulte o veterinário o quanto antes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.