Tamanho do texto

Existem diversos tipos de testes de alergia para cachorros, cada um com um tempo de diagnóstico e objetivos diferentes

A alergia é um conjunto de condições médicas causado pela sensibilidade de um sistema imunológico contra substâncias normais, que não afetam outras pessoas. Essa é uma doença extremamente comum, afetando cerca de 20% dos humanos que vivem em países desenvolvidos. O que pouca gente sabe, mas os pets também são afetados. Para identificar essa condição é preciso fazer alguns testes de alergia. 

Leia mais:  Um cachorro espirrando sem parar pode ter alergia e até problemas respiratórios

Os testes de alergia  são essenciais para manter a doença sobre controle pois são eles que descobrem qual substância está provocando as reações adversas no organismo. Com os cachorros a realização desse procedimento é ainda mais necessária, pois os bichos não demonstram com muita clareza os sintomas da doença. Fique atento se o cão apresenta alguma alteração física ou comportamental e o leve para o veterinário o quanto antes. 

Os testes de alergia não são exclusivos para humanos, animais também são sucetíveis a  essas doenças.
Reprodução/ Shutterstock
Os testes de alergia não são exclusivos para humanos, animais também são sucetíveis a essas doenças.



Quais são os tipos de testes alérgicos para cachorros? 

Dieta de eliminação

Geralmente usada para se diagnosticar alergias alimentares, a dieta de eliminação consiste em limitar a dieta do cachorro somente a alimentos  hipoalergênicos (ou seja, com baixo potencial de causar alergias). Quando os sintomas alérgicos cessam os alimentos são reintroduzidos no pet.

Essa reintrodução pode ser feita por meio de dois testes, o "Teste de Puntura", que verifica alimentos que possam causar reações alérgicas imediatas; e o "Teste de Contato", que verifica substâncias que provoquem reações tardias (ou seja, que a alergia demore a se manifestar). 

Veja também:  Ração hipoalergênica ajuda a identificar o causador da alergia em gatos

No Teste de Contato é realizado a aplicação de adesivos que contém as substâncias alérgenas (ou seja, que podem causar alergia) na pele do cão, que fica com eles por até 48 horas. O animal então é submetido a uma nova avaliação, onde são observadas as reações que cada produto causou no pet. 

O Teste de Puntura é feito de forma diferente. No local, previamente tosado e limpo com álcool, são pingadas gotas dos alérgenos. Após isso é feita uma picada leve no local de cada gota, de modo que o sistema imunológico do cachorro fique exposto diretamente a essas substâncias. A reação pode ser manifestada em até 20 minutos após a puntura, que em casos positivos se dá por meio de vermelhidão e inchaço na região. Esse método serve para se identificar alergias causadas tanto por alimentos quanto por ácaro, pólen e fungos.

Teste intradérmico
Esse teste de alergia para cães consiste na introdução de uma agulha, ministrada por um veterinário experiente, que injeta diretamente a substância sob a pele do animal. O tipo, tamanho e intensidade da reação indicará o resultado do exame.

Esse método geralmente utilizado para apontar alergias causadas por ácaros de poeira doméstica, pele humana, pena, bolores, sementes, gramas e árvores. 

Os testes de alergia são essenciais para diagnosticar doenças nos pets.
Reprodução/ Shutterstock
Os testes de alergia são essenciais para diagnosticar doenças nos pets.


Análise de sangue

A análise tem como objetivo medir a quantidade de células de defesa contra alergias presentes no sangue do animal. Entretanto esse é um método muito controverso, tendo vários especialistas alegando que isso não é o bastante para determinar se um animal possui ou não pouca imunidade para alguma substância.

Esse método também não consegue identificar alergias alimentares com tanta eficiência como a dieta de eliminação e os teste de reintrodução. Entretanto, ele ainda é importante. A análise de sangue é um dos únicos meios de se fazer um diagnóstico seguro da DAC (dermatite atópica canina), tornando-a necessária para os pets.

Leia mais:  Queda de pelo e muita coceira? Saiba como tratar a dermatite canina

Caso você suspeite que o seu cão seja alérgico a alguma substância, consulte imediatamente um veterinário para que os testes de alergia sejam realizados.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.