Tamanho do texto

Apesar da plumagem funcionar como isolante térmico, as aves também sentem frio e precisam de alguns cuidados especiais nessa época do ano

O inverno começou na última sexta-feira (21) e com ele chegam as temperaturas baixas, uma preocupação a mais para quem tem animal de estimação. Os donos de cães e gatos fazem uso de roupinhas, cobertores, caminhas mais quentes, mas o que os tutores de aves, como calopsitas , podem fazer nos dias mais frios? 

Leia também: Quanto tempo vive uma calopsita?

Muitos acreditam que não é necessário fazer nada, mas calopsita sente frio e precisa de cuidados. O veterinário Dr. Jorge Morais, fundador da Animal Place, explica que "apesar da plumagem funcionar como um isolante térmico, nesta época do ano o animal fica mais exposto à baixa de resistência", o que diminui a imunidade e pode causar principalmente  doenças do trato respiratório como broncopneumonia, inflamações dos sacos aéreos, e outras. 

calopsita em casa
shutterstock
A calopsita precisa de cuidados específicos durante o inverno

Então, se você encontrar sua calopsita com as penas eriçadas e posicionada no canto da gaiola significa que ela está com frio e é preciso tomar alguma providência. Jorge Morais lista alguns dos cuidados que podem ser tomados. 

  • Evitar colocar a gaiola em locais com corrente de ar;
  • Cobrir a gaiola com um lençol pode ser uma opção, mas não por muito tempo porque a ave precisa interagir;
  • Usar lâmpadas de cerâmica para climatizar o ambiente; essa opção é indicada principalmente para viveiros;
  • Oferecer uma alimentação mais rica em energia nos dias mais frios;
  • Evitar colocar banheiras para banho na gaiola durante o inverno. 

Outras opções que costumam ser utilizadas mas exigem uma atenção maior do dono são o aquecedor incandescente a óleo e a garrafa pet com água morna dentro da gaiola. O primeiro consome muito oxigênio do ambiente e diminui sensivelmente a umidade do ar. O segundo pode causar queimaduras na ave, por isso é preciso ficar atento - o ideal é que o dono consiga segurar a garrafa com as palma das mãos sem se queimar.

A água morna da garrafa pet deve ser trocada com frequência para manter a temperatura ideal e continuar exercendo seu papel. 

Leia também: Albina, Arlequim, e mais: conheça alguns tipos de calopsita

Cajo haja uma mudança de comportamento da calopsita, é funcamental procurar um veterinário para verificar com mais detalhes o que pode estar causando o problema e, se for o caso, tratar.