Tamanho do texto

Essas aves precisam de socialização para não ficarem agressivas; elas podem aprender a falar e vivem muito

Espertas, amigáveis e muito dóceis, as calopsitas estão ganhando cada vez mais espaço na casa dos brasileiros. Mas será que ela é o pet ideal para você? Antes de optar por comprar ou adotar essa ave, é preciso estar preparado e conhecer as necessidades dela. 

calopsita
shutterstock
Antes de comprar uma calopsita é preciso saber que elas são muito sociáveis, e necessitam de contato humano


Acomodação, saúde, expectativa de vida e contato social são alguns dos pontos mais importantes que devem ser levados em conta antes de comprar uma calopsita . Confira 6 coisas que você precisa saber antes de decidir que essa ave fofa será seu novo animal de estimação:

A gaiola

A gaiola dessas aves deve ser de média a grande - o ideal é que a medida seja o tamanho de duas vezes a ave com suas asas abertas. As grades não devem ser muito espaçadas, para evitar que a calopsita fuja ou se machuque. Na parte de baixo, o ideal é que a grade que fica entre o chão da gaiola e o animal também não tenha grandes espaços, para que a ave não prenda suas patas.

Enriqueça o ambiente com pedaços de madeira e outros acessórios para que a calopsita se movimente de forma fácil. Escadinhas, por exemplo, são uma boa dica para gaiolas de dois andares. Além disso, é necessário mantê-la sempre limpa.

Vale lembrar que é importante que essas aves não fiquem o tempo inteiro dentro das gaiolas e possam passear pela casa e socializar enqunto tiver um adulto por perto. 

calopsita na gaiola
shutterstock
A gaiola da calopsita deve ser grande e com espaços pequenos entre as grades


Alimentação

A dieta da calopsita deve ser variade. Segundo a veterinária Stephanie Tomsic, a ração paletizada contém as vitaminas e nutrientes necessários para o pet. "Estas rações tem a parte nutricional com níveis adequados. Além disso também podem ser oferecidas sementes devidamente higienizadas, frutas, verduras e legumes", afirma.

Ela também fala sobre o material dos comedouros, que devem ser de porcelana. "Esses são melhores para realizar higienização, além de serem difíceis do animal destruir, ou fazer fissuras com o bico, que podem acumular bactérias", explica.

A posição do comedouro também é importante: deve ficar fora da linha do puleiro. "Os potes de comida e água devem ficar ao fundo, no ‘chão’ da gaiola, e fora da linha do puleiro, para que ao se movimentarem, as aves não defequem em cima deles ou deixem cair sujidades no alimento e água", completa Stephanie.

Leia também: As comidas para calopsita mais indicadas e seguras

Socialização

As calopsitas são conhecidas por serem muito sociáveis, mas para isso é preciso adquirir uma ave adulta já mansa ou socializa-la desde filhote. Para isso passe segurança, sempre conversando, fazendo carinho delicadamente e esperando que ela venha até sua mão para pegá-la. Quando ela se acostumar com sua presença, a calopsita não vai mais querer sair de perto de você. 

Se não forem socializadas e não receberem atenção, a ave pode ficar agressiva, desenvolver doenças por estresse, e até falecer. Uma dica é ter duas calopsitas, para que uma faça companhia para a outra. 

Esse tipo de ave também pode aprender a falar . Para isso comece a associar a fala com comida, além de deixar músicas tocando para que o pet acostume e aprenda de forma fácil.

Saúde

Com a alimentação, limpeza da gaiola e a convivência estabelecidas de forma correta, é comum que sua calopsita seja saudável. Porém esse tipo de ave, o psitacídeo, pode desenvolver clamidiose, uma doença ligada às fezes contaminadas, além de Aspergilose,  Conjuntivite e Giardíase  também são algumas das enfermidades que podem atingir essa espécie.

Para cuidar e prevenir Stephanie deixa clara a importância da limpeza correta da gaiola. "Em todas as doenças mais comuns que atingem calopsitas o principal cuidado para evitar é o manejo correto do animal, além da higienização das gaiolas, e o suporte nutricional, que ajuda na eficacia das medicações, quando necessárias", finaliza.

Expectativa de vida

Assim como papagaios , as calopsitas vivem muitos anos. Este animal pode atingir até 25 anos de vida, ou seja, é uma responsabilidade longa, por isso é preciso ter certeza de que deseja adquirir esse animal. 

Preço

Por fim, o valor do animal gira em torno de R$150 a R$300. Para comprar uma sempre pesquise criadouros confiáveis e certificados, onde os animais são bem tratados.