Tamanho do texto

Os filhotes são mais propensos a sofrerem com soluços, já que o organismo ainda é imaturo e o cérebro não controla bem as funções do diafragma

O soluço é um fenômeno ocasionado pela contração espasmódica e involuntária do diafragma. É como se ele ficasse em descompasso com a respiração, causando os característicos sons curtos e irritantes. Contudo, engana-se quem acredita que este incômodo seja exclusivo dos seres humanos. Cachorro com soluço é uma realidade na vida de muitos donos.

Leia também: A importância do exame de sangue em animais

Não costuma ser algo sério, apenas causa bastante desconforto no bichinho. A duração dos soluços é de alguns minutos. Caso persistam por mais tempo, o ideal é procurar um veterinário, principalmente se vierem acompanhados de outros sintomas. Apesar da simplicidade da situação, não negligencie seu cachorro com soluço .

Os filhotes são os mais propensos a sofrerem, sobretudo as raças Golden Retriever, Chihuahua e Pinscher. Nessa fase o organismo é imaturo e o cérebro não controla bem as funções do diafragma , ocasionando vários episódios de soluço. 

Em contra partida, após os oito meses, não é mais natural que o pet apresente esse fenômeno repetidas vezes. É recomendado procurar ajuda médica caso isso aconteça. 

Causas de soluço em animais

Os filhotes são os mais propensos a sofrerem, sobretudo as raças Golden Retriever, Chihuahua e Pinscher. Nessa fase o organismo é imaturo e o cérebro não controla bem as funções do diafragma
reprodução shutterstock
Os filhotes são os mais propensos a sofrerem, sobretudo as raças Golden Retriever, Chihuahua e Pinscher. Nessa fase o organismo é imaturo e o cérebro não controla bem as funções do diafragma

Várias situações motivam os soluços e é importante conhecê-las para evitar o reaparecimento, confira:

  • Comer e beber muito depressa 
  • Sentir frio (principalmente em cães de pequeno porte)
  • Nervosismo
  • Estresse
  • Medo
  • Excitação
  • Doenças, como mal-estares ou desordens estomacais

Leia também: Repelente de insetos para cães e gatos: proteja seu pet neste verão

Dicas para acabar com o soluço

Caso não saiba o que está deixando seu cachorro com soluço, o melhor será consultar um profissional para descartar a presença de doença
reprodução shutterstock
Caso não saiba o que está deixando seu cachorro com soluço, o melhor será consultar um profissional para descartar a presença de doença

Para solucionar o problema, o ideal é descobrir o que o provoca. Se o motivo for comer rápido demais, por exemplo, a dica é modificar a rotina de refeições. Ao invés de oferecer muita ração de uma vez, divida a quantidade em duas ou três partes e vá dando aos poucos. Será mais fácil de digerir e impedirá que o cão coma em excesso. 

Caso o problema seja o frio, a melhor opção é colocar roupinhas no pet. Prepare também um espaço com almofadas e cobertas para aquecê-lo. Em dias muitos gelados pode ser preciso adquirir uma cama térmica para manter o calor estável. 

Por mais que brincadeiras e passeios não sejam tão eficazes contra o soluço, pode ajudar quando o motivo é nervosismo, estresse, medo ou excitação. É uma forma de distrair o bichinho, concentrando-se em algo, e fazendo com que a respiração volte ao normal. 

Dar um susto no pet também pode ajudar, apesar de não ser aconselhável. O susto o fará ingerir uma quantidade extra de ar, regulando a respiração e eliminando o soluço. Porém, se ele estiver passando por num momento de tensão, nervosismo ou estresse, o espanto pode agravar a condição.

Leia também: Descubra como aumentar a imunidade canina e evitar problemas de saúde do pet

O ideal é distrai-lo, acariciá-lo e relaxá-lo para normalizar sua respiração, ou utilizar algumas das técnicas informadas anteriormente. Caso não saiba o que está deixando seu cachorro com soluço , o melhor será consultar um profissional para descartar a presença de doença.