Tamanho do texto

A praia pode ser um local bem perigoso, já que o cão corre o risco de sofrer com excesso de calor, desidratação e ingestão de alimentos do chão

Com a chegada do verão e das férias, as cidades litorâneas se tornam o principal destino das famílias brasileiras. As altas temperaturas fazem as pessoas preferirem o mar em vez de outros lugares. E ninguém fica de fora da aventura, nem mesmo o animal de estimação. Está cada vez mais comum levar o cachorro na praia durante essa época do ano. 

Leia também: Vai à praia com seu animal de estimação? Cuidado com o verme do coração!

Não tem nada mais fofo do que ver seu bichinho correndo pela areia e pulando as ondas, igual cena de filme. A felicidade no rosto dele não tem preço! Isso torna a viagem muito mais divertida, não é mesmo? Mas será que é uma boa ideia levar o cachorro na praia ?

Não existem restrições quanto a isso, porém é importante saber que a praia pode ser perigosa. Os cães correm o risco de sofrer com o excesso de calor, desidratação, ingestão de restos de peixe ou crustáceos e comidas deixada pelos banhistas na areia. A água do mar também é preocupante, já que aumenta as chances de desenvolver problemas no ouvido e o animal bebê-la. 

Como visto, ir à praia com o canino é bastante complicado, mas não impossível. É preciso ficar atento a uma série de fatores para evitar que a diversão vire dor de cabeça. Confira alguns cuidados que deve ter se deseja viajar com o peludo nessas férias

Cuidados necessários antes da viagem

Está cada vez mais comum levar o cachorro na praia durante a época de férias
reprodução shutterstock
Está cada vez mais comum levar o cachorro na praia durante a época de férias
  • Verifique se o destino é pet friendly

Antes de escolher o destino, é imprescindível verificar se a praia é pet friendly. Nem todos os locais permitem cachorros e, para evitar surpresas, pesquise antes de planejar a viagem . Caso fique em hotel ou alugue uma casa, verifique também se é permitido acomodar animais. 

  • Faça um check-up no veterinário

Independente do tipo de viagem, o animal deve estar com as vacinas em dias, assim como a vermifugação e a desparasitação. Contudo, quando o assunto é praia, os cuidados devem ser redobrados já que a areia e o mar possuem diversas doenças escondidas. Leve seu pet ao veterinário com antecedência e siga as recomendações do mesmo. 

  • Não se esqueça da coleira, guia e placa de identificação

É muito fácil perder um cachorro na praia, sobretudo durante as férias, época em que as cidades litorâneas ficam lotadas de banhistas. Portanto, para evitar uma tragédia, não saia de casa sem coleira, guia e a placa de identificação atualizada. Essa é a única maneira de impedir que seu canino se perca e, caso aconteça, estará identificado. 

Leia também: Os cuidados específicos que o dono deve ter com o cachorro durante o verão

  • Prepare uma mala com itens importantes

Do mesmo jeito que a gente arruma as malas com itens indispensáveis, o animal também precisa de uma. Coloque numa bolsa tudo que seu animal irá precisar, como ração, petiscos, bebedouro de viagem, protetor solar canino, caminha, brinquedos, etc. 

Cuidados durante o passeio na praia

Na pria, os cães correm o risco de sofrer com o excesso de calor, desidratação, ingestão de restos de peixe ou crustáceos ou comida deixada pelos banhistas na areia
reprodução shutterstock
Na pria, os cães correm o risco de sofrer com o excesso de calor, desidratação, ingestão de restos de peixe ou crustáceos ou comida deixada pelos banhistas na areia
  • Passe protetor solar no animal

O sol do verão não perdoa ninguém, nem mesmo os cães. Não se esqueça de passar protetor solar antes de sair de casa e vá reaplicando durante o dia para evitar insolação e outras doenças.

  • Leve água e petiscos

Manter a hidratação durante o dia é muito importante. Portanto, mantenha o bebedouro do pet sempre cheio e a disposição. Leve também uns petiscos para alimentá-lo e jamais ofereça as comidas vendidas nos quiosque.

  • Cuidado com a temperatura no chão e na areia

O sol forte esquenta muito o asfalto e a areia, podendo causar queimaduras nas almofadinhas do cão. Antes de sair de casa, encoste a mão no chão e verifique a temperatura. Se conseguir ficar por pelo menos cinco segundos, o animal aguentará andar. Caso contrário, não saia com ele. Nos pet shops vendem proteções para as patinhas, se for preciso compre antes de viajar. 

  • Tome cuidado com o mar e os lixos na areia

Impeça que seu cachorro beba água salgada e coma alimentos caídos na areia, pois farão mal a sua saúde. A mesma dica vale para restos de peixes e crustáceos. Além disso, tome cuidados com as ondas do mar, já que podem levar seu pet para longe. Então, mesmo que ele saiba nadar, fique atento.

  • Recolha os dejetos do animal

Jamais deixe os dejetos do animal pela areia da praia. Recolha com uma sacolinha e jogue no lixo mais próximo.

Leia também: Saiba como proteger seu cão dos barulhos dos fogos de artifício no Ano Novo

  • Dê banho no final do dia

Por mais que você tome cuidado, não dá para evitar que a pele, ouvido e olhos fiquem irritados após um dia inteiro com o cachorro na praia . Basta dar um banho quando chegar em casa que irá melhorar a situação. Água a sabão são ótimos para retirar resquício de sujeira grudada no corpo.