Tamanho do texto

Essa revisão ajuda no monitoramento da saúde do animal e consegue detectar a tempo possíveis doenças

O check up veterinário é um procedimento que todos os pets devem fazer pelo menos uma vez ao ano. É através dessa revisão que é possível monitorar a saúde do animal, conseguindo detectar com antecedência diversos problemas de saúde. Essa é uma maneira bem simples de prevenir problemas e garantir a boa saúde do bichinho. 

Leia também: Plano de saúde animal: como funciona e as vantagens de ter um

Contudo, a maioria dos tutores não sabem como funciona o check up veterinário . Será preciso fazer exame todas às vezes? O que o médico irá analisar? O meu animal sentirá dor? Essas são algumas das perguntas que rondam a cabeça dos donos. Para que não exista mais dúvida, iremos explicar como funciona uma revisão médica.

O funcionamento de um check up veterinário

A primeira vez que levar o bichinho ao veterinário será criada uma ficha com todos os seus dados. Nesse documento serão registradas todas as informações envolvendo o estado de saúde dele
reprodução shutterstock
A primeira vez que levar o bichinho ao veterinário será criada uma ficha com todos os seus dados. Nesse documento serão registradas todas as informações envolvendo o estado de saúde dele

1ª etapa: Criação de um histórico médico

A primeira vez que levar o bichinho ao veterinário será criada uma ficha com todos os seus dados. Nesse documento serão registradas todas as informações envolvendo o estado de saúde dele, como última desparasitação, visitas ao médico, doenças recentes, etc. O registro desses itens ajudará na construção de um histórico, auxiliando o profissional numa análise a longo prazo do quadro geral de saúde. 

2ª etapa: Medição do peso

O peso do animal diz muito sobre seu estado de saúde, por exemplo, não é um bom indício estar obeso ou magro demais. Portanto, é muito importante pesá-lo em cada revisão. Os números serão anotados no histórico médico para manter um acompanhamento das mudanças no peso. 

3ª etapa: Medição dos sinais vitais

A frequência cardíaca, respiratória e a temperatura corporal são itens que devem ser aferidos em toda visita, pois as mudanças serão acompanhadas pelo profissional. É importante que você fique ao lado do animal nesse momento, pois ele não está acostumado a tais medições e pode reagir mal. Sua presença poderá mantê-lo calmo e quieto. 

Leia também: Quais exames médicos cães devem fazer?

4ª etapa: Revisão geral 

É imprescindível que o médico faça uma revisão geral do pelo, pele, boca e olhos, pois são partes sujeitas a infecção. Como estão muito expostas ao exterior, são propícias a contraírem doenças. Dessa forma, uma revisão detalhada será primordial para acompanhar o estado de saúde do peludo. 

5ª etapa: Revisão do corpo

Por fim, o corpo do animal deve ser apalpado de forma minuciosa, como lombo, barriga, patas, ossos e músculos. O toque do médico ajudará a descobrir se existe alguma anomalia no pelo, na pele, em regiões internas ou alguma protuberância. Essa é a melhor forma de encontrar algo estranho no corpo.

Se você precisar trocar de veterinário ao longo dos anos, lembre-se de buscar o histórico médico do animal para entregá-lo ao novo profissional. Isso ajudará a manter um acompanhamento contínuo da saúde do pet. 

Revisão médica de urgência

Em check up veterinário de emergência, lembre-se de informar com detalhes o estado de saúde do animal
shutterstock
Em check up veterinário de emergência, lembre-se de informar com detalhes o estado de saúde do animal

Em algumas situações pode ser preciso levar o animal à emergência, seja por conta de um mal-estar ou mudanças de comportamento. Nesses casos, o procedimento de revisão muda um pouco, pois vai além do que está escrito na ficha médica. 

Informe ao médico desde quando o animal está se sentindo mal, mesmo que não tenha uma hora concreta. Diga também se houve mudanças de comportamento. É bem provável que o veterinário faça perguntas detalhadas a respeito. 

Não se esqueça de dizer se o bichinho engoliu ou comeu algo, pois ele pode estar sofrendo de asfixia, intoxicação ou alergia. Por fim, informe se o pet toma algum medicamento. Essa pergunta é importante na hora de receitar um tratamento.

Leia também: "Não sei em qual veterinário levar meu pet": saiba como escolher um adequado

Não deixe de realizar o check up veterinário eventualmente, pois só assim conseguirá evitar a tempo doenças e outros problemas de saúde. Por último, lembre-se de escolher um profissional competente e de confiança.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.