Tamanho do texto

A castração pode evitar que os animais adquiram certas doenças, mas os deixam mais propensos a outras

Embora muitos donos discordem da medida, castrar o cachorro pode ser um benéfico necessário. Mesmo assim, a decisão deve ser bastante ponderada e receber ajuda de um veterinário, já que podem existir ricos e desvantagens também. 

Leia mais:  A mudança de comportamento e os cuidados necessários com uma cadela no cio

Portanto, antes de castrar o pet é preciso ter ciência das vantagens e desvantagens desse procedimento. Algumas ONGs e intituições governamentais chegam a oferecer esse serviço gratuitamente, se informe melhor na sua cidade. 

As vantagens de castrar um cachorro

Controle populacional

Existe uma superlotação de cães nos grandes centros urbanos, fazendo com que muitos animais vivam em péssimas condições nas ruas ou passem suas vidas em abrigos, à procura de um lar. A castração, principalmente de animais em situação de rua, ajudaria a solucionar esse problema.

Famílias que não tem condições de manter mais animais do que já têm também devem recorrer ao procedimento.

Prevenção de doenças

Nos machos, a castração pode ajudar a evitar problemas como o câncer de próstata, já que durante o procedimento os testículos dos animais são removidos. A chance de um problemas na bexiga, como a micção, também são evitados com o procedimento.

Já as fêmeas ficam mais seguras contra doenças no útero e complicações decorrentes do sangramento que ocorre durante o cio. Algumas pesquisas recentes também apontaram que as chances de câncer de mama também são reduzidas em animais castrados.

Mudanças no temperamento

Castrar o animal e ele mudar de comportamento não é uma regra, varia de caso para caso e costuma ser mais perceptível nos machos. Com a queda da produção de testosterona, o cachorro que se mostrava muito agressivo em contato com outros machos pode melhorar esse comportamento. A necessidade de marcação de território também diminui, assim como problemas de condutas sexuais, como o animal se agarrar nas pernas e braços das pessoas. 

O que não muda são comportamentos gerados pela ansiedade de separação, hiperatividade, emocional ou má educação. Por isso, as cadelas são pouco afetadas pela castração nesse quesito. 

Castrar o seu cão pode garantir que ele tenha um comportamento mais calmo.
Reprodução/ Shutterstock
Castrar o seu cão pode garantir que ele tenha um comportamento mais calmo.


As desvantagens de castrar o cachorro

Propensão a dois tipos de câncer

Apesar de prevenir algumas doenças, a castração também pode deixar o animal propenso a outras. Dois tipos de câncer (o osteossarcoma, que atinge os ossos; e o hemangiossarcoma, que ataca os vasos sanguíneos) tem mais chance de ocorrer após o procedimento.

Veja também:  Quais exames médicos cães devem fazer?

Caso o animal tenha sido castrado antes dos primeiros 5 meses de vida, enfermidades como a displasia de quadril e a ruptura do ligamento cruzado cranial podem aparecer. A mudança hormonal também pode ocasionar hipertireodismo, que acontece quando a tireóide funciona excessivamente e  causa emagrecimento, taquicardia e aumento do volume da tireoide.

Muitos pesquisadores também atribuem a obesidade como uma consequência da castração, já que o animal costuma ter mais apetite após a cirurgia. 

Crescimento elevado

Caso a castração seja realizada antes do final do período de crescimento do cão, ele pode acabar crescendo além do normal. Confira quando cães de diferentes portes param de crescer:

  • Pequeno porte (abaixo de 10 kg):  até os 10 meses;
  • Médio porte (de 11 a 25 kg):  até 12 meses;
  • Grande porte (26 a 44 kg):  até 15 meses;
  • Porte gigante (acima de 45 kg):  crescem aproximadamente de 18 a 24 meses.

Complicações durante a operação

Por conta do procedimento necessitar de anestesia geral, riscos sempre estarão envolvidos. A idade do cão também influencia nesse quesito: quanto mais velho, maior a possibilidade de problemas durante o procedimento.

Entretanto, com a medicina moderna e os equipamentos usados durante a cirurgia, a probabilidade de complicações ocorrerem é bem pequena. Certifique-se de que a clínica e os profissionais envolvidos são de confiança.

Leia mais:  Anticoncepcional para cadelas: método preventivo causa problemas de saúde

Sempre esclareça todas as suas dúvidas com o seu médico veterinário antes de castrar o pet!

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.