Toda vez que você brinca com seu bichinho sente um cheiro desagradável saindo da boca dele? Se este é o seu caso, é importante ficar atento, pois um cachorro com mau hálito normalmente está com algum problema de saúde. E, uma cavidade bucal mal cuidada, pode repercutir negativamente em todo organismo. 

Leia também: As principais doenças bucais em cães 

Normalmente, um cachorro com mau hálito persistente (também chamada de halitose) tem problemas digestivos ou na gengiva, como gengivite. Além disso, o "bafo" pode estar relacionado também a questões de saúde mais graves, como dor oral, sangramento, dificuldades para engolir ou comer, depressão, entre outros.

Por ser uma situação séria é importante não tratar o mau hálito em casa sem antes consultar o veterinário. O profissional provavelmente irá avaliar o canino e pedir exames para descobrir as causas do bafo. Só depois será discutido o tratamento adequado. 

Mas, se o diagnóstico não apontar nenhum problema de saúde , algumas dicas caseiras ajudarão a reduzir o mau hálito. Comece escovando os dentes do cão regularmente, depois ponha em prática os métodos naturais para reforçar a limpeza. 

Dicas caseiras para reduzir o mau hálito

undefined
reprodução shutterstock
Normalmente, um cachorro com mau hálito persistente tem problemas digestivos ou na gengiva, como gengivite


1. Salsa

A salsa ajuda a reduzir o bafinho do pet, mas não pode ser dada em quantidades elevadas, pois é tóxica. Porém, em doses moderadas e de forma esporádica cumpre bem sua função. Uma forma de oferecer a salsa é adicionando pequenos pedaços na alimentação. Faça isso apenas uma vez ao dia.

Outra opção é ferver talos de salsa em água até criar uma infusão. Deixe esfriar e coloque em um frasco com spray. Espirre dentro da boca do animal de vez em quando para diminuir o bafo. 

Leia também: Escovação dos dentes melhora a qualidade de vida dos pets

2. Cenoura

Roer uma cenoura estimula a liberação de saliva que, consequentemente, ajudará a eliminar os restos de alimento na cavidade bucal. Esse processo começará a reduzir progressivamente o mau hálito, além de proporcional importantes nutrientes para o organismo do pet. Contudo, é muito difícil convencer o cachorro a roer uma cenoura. Ofereça o legume e veja se ele aceita.

3. Guloseimas caseiras de hortelã

De todas as opções, talvez essa o cachorro coma com mais facilidade. Porém, jamais ofereça doces de hortelã industrializados, você deve fabricá-los de modo caseiro. Fique tranquilo porque o modo de fazer é bem simples. 

Você irá precisar de água, flocos de aveia e folhas de hortelã. Misture os flocos de aveia e água em um recipiente até a massa ficar consistente. Depois corte as folhas de hortelã lavadas e adicione a mistura. Por fim, forme pequenas bolas, conserve na geladeira e sirva para o pet algumas vezes ao dia. Você verá que o mau hálito começa a reduzir bastante.

Atenção a alimentação

undefined
Reprodução/ Redes Sociais
Se o cachorro vive com mau hálito e nenhum problema de saúde foi detectado, o problema pode estar na alimentação


Se o cachorro vive com mau hálito e nenhum problema de saúde foi detectado, o problema pode estar na alimentação. Opte pela ração a úmida, pois possui um efeito mais abrasivo e ajuda no combate a placa bacteriana. 

Leia também: Aprenda a fazer pasta de dente para cachorro com itens caseiros

Além disso, troque com mais frequência a água do bebedouro para que fique sempre fresca, pois a água limpa os restos de alimento presentes na boca. Lave, também, regularmente os recipientes do bichinho. Com essas medidas simples a vida de cachorro com mau hálito ficarão para trás.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários