Tamanho do texto

A febre é um sintoma que não deve ser ignorado, pois é indício de que o animal está doente

A febre é um sinal de que o corpo está com algum problema de saúde, por isso ela não deve ser ignorada. Geralmente, a temperatura de um cachorro com febre é acima de 39,5° C, já que a medida normal é entre 38 e 39,2° C. Acima disso, vá rapidamente ao veterinário, pois é indício de algum mal, vírus ou doença. 

Leia também: Você sabe identificar quando seu cão está com febre? Estes sinais vão te ajudar

De qualquer forma, num primeiro momento, é importante tentar reduzir a temperatura para atingir seu estado normal. Existem alguns métodos caseiros que ajudam a diminuir os sintomas do cachorro com febre . Caso nada dê certo, vá ao médico para diagnosticar o problema de saúde.

Cachorro com febre é um sinal de alerta, pois indica que algo não vai bem com sua saúde
reprodução shutterstock
Cachorro com febre é um sinal de alerta, pois indica que algo não vai bem com sua saúde

1) Toalha umedecida

Se a febre não estiver muito elevada, experimente umedecer uma toalha na água e colocar no rosto e no corpo do pet. Deixe alguns minutos envolto no tecido para que a água fria regule a temperatura de seu amigo, e depois seque-o com uma toalha nova quando retirar a úmida. O animal deve estar num ambiente tranquilo, relaxado e sem corrente de ar para não ficar nervoso e pegar um resfriado.

2) Esponja molhada

Caso o animal não aguente ficar envolvido na toalha, uma alternativa é utilizar uma esponja molhada e passá-la nas áreas onde o animal está mais febril. Essas áreas são normalmente o focinho, axilas e virilhas. Se o pet permitir, passe no restante do corpo para refrescá-lo. Ao final, não se esqueça de secar bem o local molhado. Você pode utilizar uma toalha seca ou o secador de cabelo no modo frio. 

3) Beber água e mudar a caminha de lugar

Beber água é o melhor remédio para qualquer problema, então mantenha sempre o bebedouro cheio de água fria e fresca. Ela ajudará a regular a temperatura do corpo. Mudar a caminha de lugar também pode ajudar. Coloque-a nos locais mais frescos da casa, como próximo de janelas. 

Leia também: Cão idoso: 10 sinais de que a velhice chegou para seu pet

4) Banho gelado

Em casos de febre elevada, um dos melhores remédios é o banho gelado. É importante que dure apenas dez minutos, pois o organismo do animal pode lutar contra o estímulo produzido pela água fria e começar a aumentar ainda mais a temperatura. Isso desencadeia uma situação muito incômoda, então é bom evitar. Ao final, seque-o com secador no modo frio, nunca quente, pois o choque térmico piora as coisas. 

Para medir a temperatura do animal, você pode utilizar o termômetro tradicional para humanos ou comprar um específico para pets
reprodução shutterstock
Para medir a temperatura do animal, você pode utilizar o termômetro tradicional para humanos ou comprar um específico para pets

5) Compressas de gelo

Se as dicas anteriores não funcionarem, coloque compressas de gelo entre as patas traseiras e na cabeça durante alguns minutos. Porém, o animal não deve ficar molhado ou úmido durante muito tempo, pois favorece o aparecimento de um resfriado. O ideal é ir secando regularmente os locais molhados. 

6) Veterinário e remédios

Depois de realizar todas as dicas e a febre não abaixar após 24 horas, leve o cachorro ao veterinário. É provável que ele esteja com alguma doença e precise de tratamento médico. Normalmente são receitados remédios que ajudam no combate à enfermidade e na redução da temperatura.

Leia também: Como medir a temperatura de um cachorro com febre

Medição da temperatura

Para ficar atento à temperatura, você vai precisar de um termômetro. Existem modelos próprios para animais, feito para colocar no ouvido, mas dá para utilizar os tradicionais usados pelos humanos. É importante monitorar as oscilações da temperatura para saber se o cachorro com febre está melhorando.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.