Todo dono de animal já passou pelo momento de deixar o bichinho no pet shop e ficar com o coração na mão por saber que ele pode não se sentir seguro na presença de pessoas que ele não conhece. Normalmente isso acontece quando chega o momento em que é preciso dar banho no pet. 

Leia também: 8 sinais que denunciam um cachorro estressado

Pensando nisso, o segmento pet inovou mais uma vez e decidiu criar a opção do dono dar banho no seu animal utilizando a estrutura do pet shop. Essa é uma forma de atender aos donos que não têm condições de cuidar da higiene do bichinho em casa, mas que não quer que a experiência em estabelecimentos comerciais seja algo estressante. 

undefined
Divulgação
Dona dando banho em seu cachorro no Spa Adopta Pet

“As pessoas precisam de um momento com seus pets e o banho é uma experiência prazerosa para os dois lados. É um momento de carinho e como o pet tem confiança em seu dono, apesar do ambiente ser diferente ele se sente seguro”, explicam Luciana Shen e Adriane Puccini, proprietárias da Confeitaria e Spa Adopta Pet e idealizadoras da ideia. 

Leia também: A tosa higiênica vai além da estética e ajuda a saúde dos pets

Além disso, o dono não precisa se virar sozinho com os equipamentos profissionais que vão desde local do banho até secadores, um especialista fica pronto para ajudar a qualquer momento. O serviço tem chamado atenção dos donos de pets. 

Por que o animal se estressa no pet shop?

Para muitos bichinhos, ficar longe de casa ou de pessoas que conhece e confia pode ser prejudicial por eles acharem que estão sendo abandonados. Isso acontece principalmente se o animal não for treinado e acostumado com ambientes como o de pet shops e veterinários. 

Leia também: Por que alguns cachorros não gostam de tomar banho? Como treiná-los?

Quando o assunto é dar banho , isso pode ser ainda pior. Muitos pets não gostam de se molhar ou tem pavor do barulho que o secador faz. Assim, além da insegurança, há também um desconforto. O agravante de tudo isso é que, se o animal se estressar muito pode acabar tendo sequelas tanto comportamentais quanto da saúde. Por isso, o dono precisa fazer com que o momento fora de casa seja prazeroso, seja estando por perto, seja adestrando para que ele entenda que não está correndo risco. 



    Leia tudo sobre: inovação

    Veja Também

      Mostrar mais