Tamanho do texto

O cãozinho na cadeira de rodas precisa de cuidados redobrados

É muito comum no momento de adoção o tutor não saber qual raça, porte ou estilo de cão levar para casa. Pequeno? Grande? Peludo ou não? E se a pessoa resolver adotar um cachorro deficiente? Sim, esses pets precisam de muito amor e atenção e inúmeros são abandonados ou maltratados por viverem nessa condição. 

+O que muda no adestramento de animais deficientes

É possível adestrar animais deficientes e torná-los praticamente independentes
shutterstock
É possível adestrar animais deficientes e torná-los praticamente independentes


O cachorro deficiente pode estar assim por vários motivos. Existem doenças que levam a esse estado físico, como a cinomose. Além disso, um atropelamento ou outros tipos de acidentes graves podem comprometer as pernas do animal e torná-lo paralítico. Nesse caso, em especial, além de usar cadeira de rodas, o pet precisará de cuidados especiais em casa e uma atenção diferenciada. É para essa situação específica que separamos algumas dicas.

Os gastos compõem um ponto importante quando se adota um animal assim. É bom ter mente que, independente da deficiência, esse estado físico não é sinônimo de adoecer mais do que cães que caminham normalmente. Mas alguns acidentes são possíveis de acontecer e o tutor deve estar preparado.

+Como cuidar de um cachorro surdo?

Além disso, as mudanças da casa para receber o cachorrinho também demanda mais dinheiro e investimento. Talvez o cão precise de objetos específicos e remanejados para deficientes. É essencial, inclusive, manter o comedouro e bebedouro sempre perto do pet, ainda mais no caso de dificuldade de locomoção. A caminha e os brinquedos também devem estar em lugares acessíveis. O pet precisa se adaptar ao novo espaço. Mas se ele já vivia naquela casa antes de ocorrer o acidente, pode se habituar mais rapidamente.

+10 motivos para adoção de cachorros

Vai adotar um cachorro deficiente? Confira cuidados necessários
Reprodução
Vai adotar um cachorro deficiente? Confira cuidados necessários

Logo que chegar na casa em que irá morar, o cachorro deve ser apresentado ao restante da família e conhecer todos os membros. As pessoas precisam estar cientes das limitações do bichinho e respeitar seu espaço. Com amor tudo fica fácil e logo o cão se acostuma.

Normalmente o cachorro deficiente é ainda mais carinhoso com o dono do que os demais pets. Isso porque muitas vezes são abandonados em abrigos e ficam anos por lá, esperando uma boa alma acolhê-los. A nova família deve estar pronta para receber um cachorrinho cheio de amor para dar. Mas não se esqueça, adotar um animal não é como comprar um ursinho de pelúcia, exige muita responsabilidade. Não é saudável e nem um pouco recomendado trazê-lo para casa e depois abandoná-lo em qualquer lugar. Tenha sempre em mente que ao acolher um cão você está se envolvendo profundamente.

+Como cuidar de um cachorro cego?



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.