Tamanho do texto

Algumas diferenças entre fêmea e macho são bem destacadas e precisam ser levadas em conta

Cães têm diferenças significativas quando são de sexos opostos. Assim como a mulher e o homem são diferentes biologicamente, no mundo animal a fêmea e o macho também têm suas divergências, principalmente quanto ao comportamento. Inclusive, na hora de adotar ou comprar, uma das maiores dúvidas é escolher o sexo do cachorro.

+ A mudança de comportamento e os cuidados necessários com uma cadela no cio

Fêmea pode ser uma ótima companheira
Reprodução/ Redes Sociais
Fêmea pode ser uma ótima companheira


Tão importante quanto decidir adotar um animal de estimação é decidir o sexo e como cada um se comporta. Para ajudar nessa parte, algumas dicas vão te concencer de que apesar de questões como gravidez e cio, a fêmea pode ser uma excelente companhia. 

Cães são apropriados para todas as idades e são muito indicados para pessoas solitárias, já que são ótimos companheiros. Mas para adotar um pet não basta só boa vontade e amor, é preciso ter condições para adotá-lo, especialmente quando se trata de uma cadela.

+ Como identificar a gravidez psicológica nos animais de estimação

Um ponto importante a considerar é que as cadelas amadurecem mais rápido do que os machos em seu comportamento diário. Os cachorros costumam ter brincadeiras mais agressivas e são como eternos adolescentes. Além disso, as fêmeas não precisam demarcar território o tempo todo, na rua ou nos cantos da casa, atitude comum entre os machos.

Fêmea pode ser uma ótima companheira
Reprodução/ Redes Sociais
Fêmea pode ser uma ótima companheira


Outro fator relevante é que os cachorros têm um instinto natural que lhes favorece a ser um cão de guarda e proteger sua família: a necessidade de proteção. Embora a cachorra não tenha essa característica, pode ser adestrada para conseguir realizar essa função tão bem quanto o macho.

+Vai ganhar um pet novo? Conheça alguns nomes para cadelas

A fêmea também tem mais facilidade para se apegar ao lar e aos membros da família, com menos tendência de fugir. Os cachorros, com espírito aventureiro, podem dar algumas escapadinhas e dar muito mais trabalho.

Fêmea pode ser uma ótima companheira
Reprodução/ Redes Sociais
Fêmea pode ser uma ótima companheira


Com certeza uma das maiores diferenças entre os machos e as fêmeas é o período de cio, que deve ser levado em consideração no momento de adoção. Nesse momento ocorrem mais mudanças nas atitudes da cadela, gerando alguns inconvenientes como a atração que os machos sentem por ela.

Embora possa significar um problema, alguns sprays amenizam o cheiro da cadela que chama atenção dos cachorros - mas que só devem ser aplicados com orientação de um médico veterinário. Caso o tutor não queira encarar esse período, a fêmea pode ser castrada. 

O mais importante na hora de adotar uma fêmea é avaliar tudo que o pet precisa e suas limitações para cuidar dela. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.