Tamanho do texto

Restos de placenta no útero e filhotes mortos são exemplos de problemas durante um parto

O nascimento de filhotinhos é um momento muito feliz na vida dos donos. É impossível não ficar animado e ansioso ao saber que lindos bichinhos virão para o nosso mundo. Em geral, o parto de gatas ocorre normalmente e sem maiores problemas, mas sempre existe a possibilidade de haver algumas complicações .

Leia também: Conheça os sinais dados por uma gata grávida e não seja pego desprevenido

Quando a fêmea tem dificuldades para dar à luz e, consequentemente, não consegue expulsar os filhotes, geralmente tem um motivo sério envolvido, pois o padrão é o parto de gatas ocorrer normalmente. Descubra quais são as possíveis complicações e esteja preparado para se acontecer. 

Distocias

Em geral, o parto de gatas ocorre normalmente e sem maiores problemas, mas sempre existe a possibilidade de haver algumas complicações
reprodução shutterstock
Em geral, o parto de gatas ocorre normalmente e sem maiores problemas, mas sempre existe a possibilidade de haver algumas complicações

Distociais é o nome dado às complicações durante um parto. Esse problema é menos frequente em gatas que dão à luz a filhotes pequenos, diferente do que acontece quando as fêmeas que parem um único filho grande. Se for observado sinais do início do parto e nenhum gatinho nascer, corra para o veterinário, pois pode ser necessário fazer uma cesárea

Jamais administre ocitocina, um hormônio que favorece a expulsão do conteúdo, sem recomendação médica. Esse medicamente irá expelir os filhotes de qualquer jeito e isso pode ser um problema se algum deles estiver preso. Inclusive, o órgão pode até se romper pela força. O uso indiscriminado de ocitocina gera consequências severas para a mãe.

Restos de placenta preso

É muito importante sempre ter o auxílio de um profissional em parto de gatas. Os donos, em geral, não tem experiência para realizar o procedimento sozinho
reprodução shutterstock
É muito importante sempre ter o auxílio de um profissional em parto de gatas. Os donos, em geral, não tem experiência para realizar o procedimento sozinho

Leia também: As fases e os cuidados da gestação de gato

Restos de placenta dentro do útero é um problema que causa complicações após o parto. Se você perceber que, depois do nascimento dos filhotes, a fêmea demora para se recuperar e apresenta febre, sinais de fraqueza e outros sintomas, leve-a ao veterinário. Ultrassom e exame físico poderão detectar se existem ainda pedaços da placenta. 

Perda da força do útero

Visando o bem estar da futura mamãe, recorra a um profissional quando a hora do parto se aproximar
reprodução shutterstock
Visando o bem estar da futura mamãe, recorra a um profissional quando a hora do parto se aproximar

Situações em que o parte é muito longo e demorado, por exemplo, quando há dificuldades para expulsar os filhotes ou existem muitos deles na barriga, o útero pode ir perdendo a força ao longo do processo. E a mãe, consequentemente, vai ficando mais fraca.

Nesses casos é aconselhável oferecer oxitocina, porém, somente depois de garantir que os gatinhos estão numa posição perfeita para sair. Caso contrário, não use. Se o medicamento não funcionar, recorra a uma cesárea. 

Filhote morto dentro do útero

Caso os filhotes morram, ficarão presos dentro da fêmea e o parto não será induzido pelo corpo
reprodução shutterstock
Caso os filhotes morram, ficarão presos dentro da fêmea e o parto não será induzido pelo corpo

Para que o nascimento aconteça, os filhotes devem estar vivos dentro do útero. Caso eles morram, ficarão presos dentro da fêmea e o parto não será induzido pelo corpo. Medicamentos podem resolver esse problema, mas geralmente é recomendado uma cesárea para retirar os gatinhos. 

Leia também: Conheça os sinais dados por uma gata grávida e não seja pego desprevenido

É muito importante sempre ter o auxílio de um profissional em parto de gatas . Os donos, em geral, não tem experiência para realizar o procedimento sozinho e muito menos lidar com possíveis complicações. Visando o bem estar da futura mamãe, recorra a um profissional quando a hora do parto se aproximar.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.