Tamanho do texto

A melhor forma de confirmar uma gravidez é através de exames e ultrassom, mas existem alguns sinais físicos e comportamentais que denunciam

Identificar uma gravidez é algo difícil no início, principalmente entre as felinas. Elas saem durante a noite e os donos não conseguem descobrir se irão se reproduzir enquanto estão fora. É um risco que se corre quando se é tutor de uma fêmea não castrada. Caso ocorra uma concepção, com o passar do tempo uma gata grávida começa a exibir sintomas físicos e comportamentais.

Leia também: Aprenda a dar banho a seco em seu gato para mantê-lo sempre limpinho

Alguns donos conseguem identificar essas mudanças logo de cara, podendo determinar se a fêmea engravidou ou não. Por isso é importante conhecer os sinais dados por uma gata grávida , as alterações no comportamento que ela pode passar e outros detalhes relevantes que merecem atenção.

É importante conhecer os sinais dados por uma gata grávida, as alterações no comportamento que ela pode passar e outros detalhes relevantes
reprodução shutterstock
É importante conhecer os sinais dados por uma gata grávida, as alterações no comportamento que ela pode passar e outros detalhes relevantes

Obviamente, a melhor forma de confirmar uma gravidez é levando a gata ao veterinário. Através de exames e ultrassom é possível descobrir se ela está carregando filhotinhos. Mas, antes disso, os donos devem estar atentos e conhecer os sintomas de gravidez para não serem pegos de surpresa no futuro. 

A facilidade para reproduzir

Os felinos são animais altamente reprodutivos. Costumam atingir a maturidade sexual entre os 6 e 9 meses, o período de gestação é relativamente curto e podem ter vários cios nas estações do ano mais quentes, como primavera e verão. A época do cio pode variar conforme a idade do animal, condições ambientais e estado de saúde. 

Por causa dessa facilidade para engravidar os donos precisam ficar de olho em suas fêmeas. Existe o risco de gerar uma superpopulação felina, e muitos animais em casa acaba levando ao abandono. O mais indicado é evitar esse problema através da esterilização.

Leia também: As fases e os cuidados da gestação de gato

É comum as pessoas acreditarem que a gata não engravida quando está no cio. Porém, as fêmeas podem estar grávidas e ter o cio até duas semanas depois da fecundação. Fora isso, é comum elas se envolver com mais de um macho durante o mesmo período, o que resulta em uma ninhada de dois pais diferentes. Ou seja, não subestime o poder de reprodução de sua gata.

Sinais que a gata grávida dá

Após haver a concepção, a gata começará a sofrer várias mudanças no corpo para preparar a chegada dos filhotes. O primeiro sinal são os mamilos. Próximo dos 15 ou 18 dias de gravidez eles ficarão inchados e rosados. Por vezes a gata pode apresentar um corrimento leitoso. No entanto, esse sintoma físico não é exclusivo de uma gravidez, pois os mamilos mudam também durante o cio. 

Preste atenção também em sua vagina. Provavelmente ficará inchada, se preparando para o partor. O crescimento da barriga só começará a ser denunciado a partir do primeiro mês. A partir daí a saliência se tornará cada vez mais evidente. 

A melhor forma de confirmar uma gravidez é levando a gata ao veterinário. Através de exames e ultrassom é possível descobrir se ela está carregando filhinhos
reprodução shutterstock
A melhor forma de confirmar uma gravidez é levando a gata ao veterinário. Através de exames e ultrassom é possível descobrir se ela está carregando filhinhos

Além das alterações físicas, a gata começará a mudar seu comportamento também. Esses sinais podem ser mais difíceis de identificar, principalmente se você for um dono desatento. De qualquer forma, é importante respeitar a natureza desse momento.

Leia também: Conheça 10 odores comuns nas casas que os gatos odeiam

Logo nas primeiras semanas, a fome da fêmea aumentará. Você oferece comida e rapidamente o pratinho de comida esvazia. Além disso, ficará mais cansada e só procurará espaços tranquilos na casa. Nesse momento, você deve oferecer alimentos de qualidade e preparar um lugar calmo e confortável para ela descansar. Não deixe de oferecer muito carinho e apoio durante essa fase. 

Quando a barriga começar a aparecer, aproximadamente no primeiro mês, a vontade de comer se reduz. Os filhotes dentro do útero passam a exigir mais espaço na barriga, consequentemente o estômago fica pressionado. Por isso, a dieta deve ser alterada e oferecer alimentos super nutritivos. 

Nas últimas fases da gestação , a fêmea ficará irritadiça, principalmente com outros animais da casa e o macho. Não brigue com ela ou tente interferir de alguma forma. É importante respeitar seu momento e entender que é um período passageiro. 

Pouco antes do nascimento, você irá reparar nos sinais de aninhamento. Ou seja, ela começará a preparar uma espécie de "ninho" para receber os filhotes. Ajude-a com isso construindo um espaço quente e agradável com mantas e almofadas. É imprescindível que ela se sinta confortável e protegida durante esse período. 

A partir do momento que perceber qualquer um desses sinais que indique gravidez, leve-a ao veterinário para a confirmação. Siga todas as recomendações dadas pelo médico para garantir a boa saúde da futura mamãe. 

Sinais de uma gravidez de risco

Espera-se que a gatinha tenha uma gravidez tranquila e sem complicações, mas pode acontecer de surgir alguns problemas. Sangramento, vômitos, diarreia, mal-estar, desmaios e perda de peso são sintomas preocupantes.

Para evitar uma gravidez indesejada é castrar ou esterilizar o animal. Assim também impede que os filhotes venham a ser abandonados futuramente
reprodução shutterstock
Para evitar uma gravidez indesejada é castrar ou esterilizar o animal. Assim também impede que os filhotes venham a ser abandonados futuramente

Se identificar qualquer um desses sinais, leve sua fêmea imediatamente ao veterinário, pois sua saúde e a dos filhotes podem estar em risco. O profissional saberá identificar a origem dos problemas e iniciará um tratamento adequado. Por causa de riscos assim que a gata precisa de acompanhamento médico durante toda a gestação. 

Evitando uma gravidez indesejada

Como todos sabem, milhões de animais são abandonados todos os dias e vivem nas ruas por causa de reprodução indevida. Se você não quer contribuir para o crescimento da população felina, a recomendação é castrar ou esterilizar seu animal. Nas fêmeas, o procedimento pode ser feito antes de cinco ou seis meses de vida.

Leia também: O que fazer quando encontrar um gato perdido pela rua?

Por mais que alguns donos não gostem desse método, é a maneira mais eficaz de evitar uma gravidez indesejada e é melhor do que abandonar os filhotes da sua gata grávida . Consulte o veterinário para realizar o procedimento da forma correta e segura.

    Leia tudo sobre: gravidez
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.