Tamanho do texto

A humanização pode provocar diversos transtornos de comportamento e problemas na saúde dos bichinhos

Cada vez mais os animais de estimação se parecem com os donos por causa do tratamento humanizado que recebem. Isso significa que são atribuídas a eles características presentes nos seres humanos, fazendo com que os pets deixem de ser tratados como deveriam.

Leia também: Dona investe 35 mil reais por ano em mimos para sua cadela

Dentre as ações mais comuns praticadas pelos donos está tratar o animal como um bebê, vesti-lo exageradamente com roupas e acessórios "da moda", só passear em carrinho, no braço ou na bolsa, submetê-lo à sofisticados tratamentos estéticos, utilizar produtos feitos para humanos, etc. Por mais divertido e fofo que possa parecer, o tratamento humanizado  pode trazer muitos problemas.

O tratamento humanizado provoca muito problemas comportamentais e de saúde no animal
reprodução shutterstock
O tratamento humanizado provoca muito problemas comportamentais e de saúde no animal

Atitudes assim provocam diversos transtornos de comportamento e problemas na saúde dos bichinhos. Eles precisam ser corrigidos a tempo para evitar maiores problemas. Para isso, procure um veterinário ou um especialista em comportamento animal. 

Problemas gerados pelo tratamento humanizado

1. Transtornos de comportamento

Tratar o pet como se fosse uma pessoa irá provocar confusões em sua mente, o que resulta em alterações na sua conduta. Ele passa a ser agressivo com os outros, urina e defeca em locais inapropriados, late excessivamente, morde ou quebra objetos da casa, persegue constantemente a própria cauda, lambe compulsivamente seu corpo, etc. 

2. Dificuldades de socialização

Animais humanizados começam a se acharem superiores e não desejam mais socializar com os outros. A falta de interação com seus semelhantes não é saudável para eles e nem para os donos, pois o pet pode ter crises de ansiedade, estresse e vir a se tornar agressivo. Jamais prive a socialização ao seu bichinho.

O tratamento humanizado provoca muito problemas comportamentais e de saúde no animal
reprodução shutterstock
O tratamento humanizado provoca muito problemas comportamentais e de saúde no animal

3. Transtornos alimentares

Outra consequência da humanização são os transtornos alimentares. Pets que são alimentados com comida humana, além de sua ração habitual, provavelmente ficarão obesos ou com deficiência nutricional. O animal precisa de uma dieta equilibrada e própria para a espécie. 

Leia também: Dono gasta 60 mil reais em equipamentos e produtos de beleza para seu cão

Uma guloseima ou outra é permitida de vez em quando, mas deve ser específica para pets e dentro da sua dieta natural. Assim, é possível variar nos alimentos oferecidos sem oferecer itens inapropriados. 

4. Perda de identidade

Quanto mais o pet é tratado de forma humana, mais ele esquece de seus instintos naturais e deixa de ser quem é. Ele se tornará mimado, não terá vontade de brincar ou correr e começará a depender de coisas inúteis para um animal.

5. Perda dos princípios de hierarquia

Tratar o pet como igual fará com que ele esqueça quem é o líder da casa. Não te enxergando mais como tal, se autoproclamará o chefe. Aos poucos o animal começará a fazer o que quiser, esperando que todos ao seu redor estejam a sua disposição. Além disso, ficará agressivo e terá transtornos graves. 

O tratamento humanizado provoca muito problemas comportamentais e de saúde no animal
Reprodução/ Shutterstock
O tratamento humanizado provoca muito problemas comportamentais e de saúde no animal

6. Problemas de saúde

Donos que humanizam seus companheiros peludos costumam acreditar que itens ou produtos bom para um, também será bom para o outro. Então, acabam oferecem remédios para pessoas, utilizam cosméticos feitos para os humanos e colocam roupas inapropriadas. 

O problema desses atos é que gera diversos problemas de saúde. Alguns remédios e produtos, por exemplo, podem provocar alergia, complicações no organismo e até mesmo a morte. Por isso, jamais ofereça nada que não seja feito especificamente para os animais. 

Ame seu companheiro sem humanizá-lo

Deixar de tratar o bichinho como uma pessoa não significa que o ama menos. Pelo contrário, você estará respeitando a natureza dele, tornando a convivência de ambos muito melhor. Para isso, mostre a ele quem é o líder, eduque-o e, ao mesmo tempo, dê muito amor e proteção.

Leia também: As vantagens e desvantagens das roupas para cachorro

É importante também que todos os membros da casa respeitem e não comecem um tratamento humanizado . A família deve entender que o animal precisa ser tratado como ele é, respeitando limite e regras, mas também recebendo muito amor e carinho.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.