Tamanho do texto

Cada vez mais veterinários e tutores escolhem alimentos não industrializados; a PetNut oferece uma dieta balanceada para cada caso

Oferecer o melhor e o mais saudável é o objetivo de 10 entre 10 tutores, quando questionados sobre a alimentação de seu pet. É exatamente por isso que a busca pela alimentação natural para animais tem crescido a cada dia.

Leia também: Aprenda a fazer uma ceia natalina especial para o animal de estimação

A alimentação natural tem ganhado cada vez mais espaço
Pet Nut
A alimentação natural tem ganhado cada vez mais espaço

Porém, a alimentação natural , representada pela sigla AN, ainda gera muitas dúvidas entre os tutores: é a mesma que comida caseira? Ou é comida humana para animais? Deve ser crua ou cozida? Deve ser complementada com alguma outra alimentação?

Os profissionais de Veterinária e Nutrologia são unânimes ao afirmar que os hábitos alimentares podem significar a diferença entre uma vida longa e saudável para os cães.

Assim, é importante salientar que a alimentação natural não é uma moda passageira, é uma dieta formulada por profissionais, e é composta por ingredientes naturais cozidos e depois congelados, se possível orgânicos, evitando ao máximo a utilização de produtos industrializados, bem diferente do que acontece com as rações comerciais.

Também, não existe uma comida “humana” para pets. Comida é apenas comida e os cães devem comer o que é indicado pra eles.

Luis Amaral, tutor de Boo, da raça lhasa apso , conta que "depois que começou a oferecer AN tudo melhorou: a pelagem ficou mais sedosa, apetite e principalmente a energia e disposição da cachorrinha aumentaram, e que agora ela está sempre disposta a brincar, seja a hora que for".

A qualidade de vida da Boo melhorou muito após a alimentação natural
Pet Nut
A qualidade de vida da Boo melhorou muito após a alimentação natural

E ele foi ainda mais longe com a alimentação da pequena Boo, depois da primeira experiência, ampliou a produção das "comidinhas" e criou a PetNut, uma das startups certificadas em 2018 pelo  Founder Institute, do Silicon Valley .   

"Decidimos criar a empresa quando verificamos que outros tutores tinham os mesmos problemas e recebemos incentivos de veterinárias nutrólogas, que prescreviam dietas, principalmente para cães com patologias", completa Amaral.

Comprovadamente, a alimentação natural pensada exclusivamente para cada animal proporciona ao pet os nutrientes necessários, com a quantidade correta de proteína, minerais, vitaminas, carboidratos e gordura de boa qualidade, o que raramente ocorre com as rações industrializadas.

Em pouco tempo, os tutores podem perceber as principais "vantagens", como:  melhora da qualidade de vida do cão, mais disposição, melhor digestibilidade,  presença de ingredientes ricos em antioxidantes, que também ajudam a reduzir a inflamação no corpo, funcionamento adequado do trato intestinal (o que não significa maior quantidade de fezes), maior longevidade e mais saúde.

Dessa forma, a última dica é o primeiro passo para mudar a dieta de seu cão: a consulta ao veterinário nutrólogo, que é essencial. É esse profissional que irá prescrever a dieta específica ou de manutenção, analisando a idade do animal, o metabolismo, gasto de energia com exercícios físicos e outras necessidades do pet.

O tutor, ao optar por uma alimentação natural para os peludos , abre um mundo novo para ambos, oferecendo opções variadas na hora das refeições. Por isso, a informação correta e a escolha dos fornecedores da alimentação são muito importantes para o sucesso da dieta e bem estar do animal de estimação.