Tamanho do texto

Saiba também como agir diante dessas situações

Olá, amigos do Canal do Pet! Vocês sabem o que é gravidez psicológica?

+ Por que alguns cachorros não gostam de tomar banho e como treiná-los

Muita gente fala sobre a gravidez psicológica em cadelas, uma condição bastante corriqueira nas fêmeas de cães. Nesse sentido, é comum ouvir relatos de cadelinhas que se comportam como se fossem “mães” de bichinhos de pelúcia ou outros brinquedos, sem terem filhotes.

Na gravidez psicológica a cadelinha pode se apegar muito a bichinhos de pelúcia, acreditando ser um filhote
Pinterest
Na gravidez psicológica a cadelinha pode se apegar muito a bichinhos de pelúcia, acreditando ser um filhote

O que é

É também conhecida como pseudociese e se origina de alterações fisiológicas apresentadas pelo organismo. Os sinais clínicos mais comuns são:

  • Comportamento de “ninho”; adoção de objetos inanimados ou de filhotes de outras fêmeas, com excessivo carinho, atenção, proteção e defesa;
  • Lambedura do abdômen;
  • Inchaço das mamas;
  • Produção e secreção de leite;
  • Ganho de peso e/ou falta de apetite.

As causas da gravidez psicológica em cães não são claras. Poderia até ser considerado um avanço evolutivo oriundo das matilhas de cães selvagens, visto que uma fêmea pertencente ao grupo e em fase de amamentação poderia sair para caçar, e outra da mesma matilha, mesmo sem filhotes, poderia amamentar e cuidar dos bebês.

O que fazer

O tratamento, quando os sintomas podem comprometer a saúde da cachorrinha, pode incluir o uso de alguns medicamentos, mas somente sob prescrição e orientação de um médico veterinário de confiança.

+ Cão agressivo? Saiba o que pode ser feito

Cachorras com pseudociese recorrente podem estar predispostas a câncer de útero e piometra, além de dermatite mamária, mastites e tumor de mama, que são doenças graves, consideradas como evolução da própria pseudociese.

Portanto, a solução para evitar a pseudociese está na castração das fêmeas, que deve ser feita mediante orientação de médico veterinário de confiança.

Um abraço,

Alexandre Rossi. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.