A hora do banho do cachorro se torna um grande pesadelo para muitos donos

Olá, amigos do Canal do Pet! Hoje eu vou falar sobre a hora que os cachorros vão tomar banho

Alguns tutores relatam muito desconforto no dia do pet tomar banho . Alguns animais ficam bastante agitados, outros assustados. Quando chega a hora de usar o secador, parece que tudo piora. Como essa rotina acaba fazendo parte da vida da maioria dos animais, especialmente dos cães, esse momento acaba sendo muito estressante e se transformando em um verdadeiro pesadelo.

Muitos cachorro não gostam de tomar banho e acabam se tornando agressivos
shutterstock
Muitos cachorro não gostam de tomar banho e acabam se tornando agressivos


Mas, por que ele fica assim?

Isso geralmente acontece porque o pet possivelmente fez uma associação ruim com o banho ou com os elementos que fazem parte dele, como o shampoo, barulho do secador ou do soprador, escova etc. Para reverter esse quadro, é preciso agir gradativamente e com paciência, para não causar ainda mais traumas.

O indicado é aplicar um treino denominado dessensibilização, ou seja, mostrar que o objeto (ou os objetos e o local) que o pet tanto teme não causará mal algum a ele. Trata-se exatamente de tirar a sensibilidade extrema que o animal demonstra. Esse treino deve ser feito com reforço positivo, ou seja, utilizar recompensas que deixem o animal bastante motivado para fazer associações positivas.

via GIPHY


+ Ignorar pode ser uma grande arma na hora de educar o cachorro

Como é o treino

Se o medo for do secador, você pode pegar um pedaço de petisco, ligar o aparelho distante dele e, enquanto estiverem ouvindo o barulho e o animal se mantiver tranquilo, você pode deixá-lo mordiscar o petisco em sua mão. Quando ele acabar o petisco, desligue o secador. Se por acaso você notar que, mesmo longe, o secador ligado provoca medo, comece o treino com o secador desligado.

Com o tempo, vá aproximando o aparelho do animal, até o momento em que você conseguirá secá-lo, enquanto ele come o petisco. Lembre-se: se em algum momento ele se mostrar desconfortável ou assustado, respeite e retroceda o treinamento para uma fase anterior, na qual ele ainda não demonstra sinais de desconforto.

Um bom indicativo de que o treino está além do que o pet ainda suporta é, justamente, o apetite: caso ele não aceite o petisco que tanto adora, ele está desconfortável. Esse mesmo treino pode ser feito com outros objetos, como a escova e a toalha.

+ Cão agressivo? Saiba o que pode ser feito

Vale a pena investir nesse treinamento, já que o seu pet passará pela situação de banhos várias vezes durante a vida. Não queremos que o momento seja sempre um terror para ele, não é mesmo?

Se com essas dicas nada mudar na hora do bichinho tomar banho, você vai precisar de ajuda. Consulte um especialista em comportamento animal. 

Um abraço,

Alexandre Rossi.