Tamanho do texto

A segurança dos bichinhos está entre a lista dos cuidados prioritários que todo tutor deve se preocupar

Olá, amigos do Canal do Pet. Hoje, eu gostaria de trazer um assunto muito importante: a segurança de nossos pets em casa.

+ Como lidar com as brincadeiras de um filhote de gato

Muitos acidentes podem ser prevenidos com alguns cuidados de segurança simples no dia a dia da família que convive com um cão ou um gato. Basta prestar atenção em alguns detalhes.

Um cachorro sozinho em casa pode fazer muita bagunça
Creative Commons
Um cachorro sozinho em casa pode fazer muita bagunça

No programa É de Casa, da Rede Globo, que foi exibido hoje, dia 4 de fevereiro, tive a oportunidade de dar mais detalhes sobre esse assunto. Mas gostaria de  dividir aqui com vocês alguns pontos.

Dentro de casa pode morar o perigo

Algumas plantas cultivadas em jardins ou varandas de apartamentos, ou mesmo em vasos espalhados pela casa, podem intoxicar os pets.

O grau de toxicidade varia, sendo que algumas podem causar vômitos ou diarreia, e outras podem atingir órgãos importantes, como os rins. A quantidade a ser ingerida a ponto de causar danos à saúde também é variável.

Alguns exemplos de plantas comuns em jardins e que são tóxicas para cães e gatos: comigo-ninguém-pode (muito tóxica!), azaleia, copo-de-leite, coroa de cristo e bico de papagaio.

Portanto, é importante não ter plantas tóxicas no jardim, mas, caso seja o desejo  cultivar alguma, pode-se deixar em locais que o pet não tenha acesso.

+ Cão agressivo? Saiba o que pode ser feito

Muitos cães gostam bastante de comer plantas e não agem assim só quando têm dor de estômago, como se costuma dizer.

Algumas plantas são próprias para a ingestão. Alguns estudos dizem que é necessário o cão pastar e que esse comportamento pode ter algumas vantagens para a saúde.

Dono de gato também precisa se preocupar com a segurança
Reprodução
Dono de gato também precisa se preocupar com a segurança


Brinquedos de crianças

Em casas com crianças, é preciso ficar atento aos brinquedos que elas deixam pela casa: a ingestão de corpos estranhos (especialmente por filhotes) é um dos principais acidentes que acontecem dentro de casa e que podem levar a uma emergência veterinária.

Portanto, é preciso ficar atento ao acesso do pet aos brinquedos das crianças e supervisionar a interação. Sempre ofereça aos cães e gatos brinquedos apropriados para eles.

Piso liso + cães de grande porte = combinação nada boa

Cães, especialmente os de grande porte, podem correr, escorregar e se machucar em pisos lisos. Além disso, podem desenvolver problemas articulares. Pisos encerados podem ser ainda piores, pois escorregam bastante. 

+ Pug idosa tinha dificuldade de andar, até que passou a usar meias

Para evitar acidentes, é importante trocar pisos lisos por antiderrapantes ou colocar  tapetes fixados ao chão (em pontos estratégicos) e carpetes que funcionarão como antiderrapante.

Há mais itens importantes sobre segurança e falarei de alguns no próximo post.

Um abraço,

Alexandre Rossi. 

    Leia tudo sobre: Casa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.