Tamanho do texto

O adestrador André Almeida explica que um cão com alimentação bem regrada é mais disposto, concentrado e saudável

Qual a quantidade de ração ideal para oferecer para o cachorro ? Muitos donos se deparam com essa dúvida e acabam seguindo o que a embalagem da ração indica, mas André Almeida, especialista em comportamento animal, alerta que muitas vezes ela não está correta. 

Leia também: Diabetes em cães está cada vez mais frequente; conheça a doença

cachorro comendo ração arrow-options
shutterstock
Muitas vezes a quantidade de ração oferecida ao pet está errada

"As informações do pacote da ração costumam estar um pouco acima da real necessidade do cão. Por outro lado, quando a atividade de um cachorro é aumentada ele precisa de mais comida e se essa medida for seguida ele não terá", explica o fundador do Adestramento Comportamental. Por isso, é feito um cálculo levando em conta quantidade de energia gasta, peso ideal e energia metabolizável da ração. 

No vídeo abaixo André explica como fazer o cáculo. 

 Leia também: 13 frutas que seu cachorro pode comer sem riscos

Com a quantidade de comida certa e a alimentação regulada, André afirma que o cachorro não apresentará problemas para comer. Assim, colocar algo a mais na ração para chamar atenção do pet não será necessário, sem contar que ele ficará mais atento, disposto e terá uma saúde melhor. 

    Leia tudo sobre: dieta