Tamanho do texto

Geralmente, um animal com essa personalidade é mandão e tentar dominar todas as situações

Os cães têm personalidades bem diferentes, por isso cada um é único. Alguns são mais submissos e obedientes aos donos, já outros são mais confiantes, ambiciosos e controladores. Um animal tende a ter características desse tipo quando não recebem uma boa criação. A educação é uma etapa muito importante se você deseja não ter um cachorro controlador futuramente.

Leia também: Briga entre cães: saiba como evitar e corrigir esse mau comportamento

O ideal é que o bichinho tenha uma personalidade equilibrada, ou seja, nem muito submisso e nem muito ambicioso. A harmonia é a chave para quem deseja ter uma boa convivência dentro de casa. Mas, para chegar nissa etapa e evitar ter um cachorro controlador , é necessário ensinar bons modos ainda quando filhote. 

Identificando um cachorro controlador

A educação é uma etapa muito importante se você deseja não ter um cachorro controlador futuramente
reprodução shutterstock
A educação é uma etapa muito importante se você deseja não ter um cachorro controlador futuramente

Como já foi dito, nenhum animal é igual ao outro. É a sua constituição genética e primeiras experiências de vida que determinam como será sua personalidade no futuro. Algumas raças tendem a ser mais ambiciosas e controladoras do que as outras, mas é uma característica que pode ser modificada antes de se tornar parte do caráter.

Entre os aspectos que podem ser identificados desde cedo é a vontade de controlar todos os momentos, sejam brincadeiras, passeios e até mesmo no ambiente em que vive. O animal começa a achar que é o chefe da casa e a tendência é ficar teimoso, desobediente e indócil no futuro.

Leia também: Pet com problema de conduta? A terapia comportamental canina pode ser a solução

Além disso, geralmente os grandes culpados desse mau comportamento são os tutores. Quando o animal recebe vários privilégios, sem que antes tenha aprendido a agir corretamente, a tendência é desenvolver uma personalidade difícil. Por isso que é responsabilidade dos donos educar e evitar má conduta.

Melhorando o comportamento do canino

Algumas raças tendem a ser mais ambiciosas e controladoras do que as outras, mas é uma característica que pode ser modificada antes de se tornar parte do caráter
shutterstock
Algumas raças tendem a ser mais ambiciosas e controladoras do que as outras, mas é uma característica que pode ser modificada antes de se tornar parte do caráter

Demonstrar firmeza e liderança nas situações faz com que o tutor consiga controlar melhor o pet. Durante brincadeiras competitivas, por exemplo, é importante que o tutor mostre para o peludo sua superioridade. Não permita que o cão vença todas às vezes, pois o fará acreditar que é chefe da casa. 

Além disso, coloque limites nos comportamentos para reprimir a ambição do filhote. Sempre que for preciso, não tenha medo de dizer um firme e sonoro "não". Durante o adestramento você não poder ceder e perder a liderança, se não será bem difícil mudar sua conduta. 

Leia também: Cachorro hiperativo? Saiba como amenizar o comportamento desses animais 

Mas, quando o peludo agir corretamente, diga palavras de elogio e o premie. Lembre-se que mimos e presentes são apenas para momento de recompensa, caso contrário o pet não ganha nada. Dessa forma, seu cachorro controlador vai entender que, para atingir seus objetivos, é preciso ter um comportamento adequado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.