Tamanho do texto

Muitos donos têm ensinado o bichano a fazer suas necessidades no vaso sanitário, em vez de na caixinha de areia

Existem diversos vídeos virais na internet em que gatos não usam mais a caixa de areia para aliviar suas necessidades – nesses vídeos, muitos tutores optaram por adestrar gato para que ele utilize o vaso sanitário para fazer suas necessidades. Porém, como são animais que não funcionam como cachorros, ensiná-los um truque pode ser um pouco demorado e difícil.

Leia também: Como identificar dor em gatos? Conheça os sinais mais comuns

gato usando vaso sanitário
shutterstock
Algumas dessas dicas podem te ajudar na hora de adestrar gato para que ele utilize o vaso sanitário


Além de ser ainda mais higiênico do que a caixa de areia, o vaso sanitário não requer a limpeza diária e reposição de areia. Alguns dos donos conseguiram adestrar gato até na hora de apertar a descarga. Para ajudar no momento de tentar ensinar o bichano a usar a privada, confira as dicas abaixo:

  1.  O primeiro passa é alterar o lugar onde a caixa de areia fica. Como os gatos apenas fazem suas necessidades dentro da caixa instintivamente, ele irá procurar o novo local onde ela está. Esse lugar será o banheiro, preferencialmente perto do vaso sanitário.
  2. Mude a altura da caixa de areia: para que o animal se acostume com o tamanho do vaso sanitário, é indicado que a cada semana, o tutor coloque apoios embaixo da caixa para que ela fique mais alta. Podem ser livros no começo, e depois até um banquinho para deixar a caixinha e o vaso do mesmo tamanho.
  3. Coloque a caixa de areia em cima da tampa do vaso sanitário: Esse passo vai fazer com que o gato perceba que a privada é um lugar onde ele pode ficar em cima. Ele vai se acostumar a fazer as necessidades naquele espaço, e quando for o momento de retirar a caixa, vai ser mais fácil.
  4. Utilizar um recipiente menor ou próprio para que o animal faça xixi e cocô em um espaço pequeno: pode ser uma vasilha antiga do tamanho da abertura do vaso, ou um “gatoalete”, acessório vendido especialmente para esse tipo de adestramento. Basta coloca-lo na posição e adicionar um pouco de areia.
  5. Depois de algumas semanas nesse processo, retire o adaptador do vaso e monitore o felino para ver se ele vai direto ao local para aliviar as necessidades. Se sim, dê descarga e recompense o animal com sachê ou algum petisco que ele goste, para que ele perceba que aquilo é algo certo que ele pode fazer.

Leia também: Saiba para que serve, como e quando usar malte para gatos

Cada bichano tem sua própria personalidade, então não é garantido que todos aprendam ou que o processo seja rápido. Se o seu animal de estimação se adaptar com mudanças facilmente, é provável que adestrar gato seja mais simples do que seria com um felino teimoso.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.