Tamanho do texto

Farejar é um instinto natural dos cães, mas é precisa treinamento para estimulá-lo a rastrear algo

Os cachorros são donos de um olfato incrível. Conseguem detectar cheiros a longas distâncias e encontrar objetos há muito tempo esquecidos. Mas, ainda que o ato de farejar seja um instinto natural dos animais, é difícil fazê-lo rastrear algo sem treinamento. É necessário despertar o instinto rastreador que todo canino tem e está adormecido.

Leia também: O cão não para de cavar buracos no jardim? Saiba como acabar com o problema

Por sorte é uma tarefa fácil de ser realizada. Farejar e rastrear são capacidades características da espécie, mas como estimular esse instinto rastreador ? Para isso é preciso de paciência, tempo, guloseimas e um local adequado para realizar os treinos. 

Ativar essa capacidade inata é mais fácil quando seu cão já está treinado para responder a comandos, por isso o ideal é ensinar o básico antes de partir para ordens mais complicadas. Caso não tenha feito isso, não se preocupe. Seu animal conseguirá desenvolver essa habilidade sendo filhote ou adulto, com ou sem adestramento. Só precisará de mais tempo e paciência.

Despertando o instinto rastreador do pet

Farejar é um instinto natural dos animais, mas é difícil fazê-lo rastrear algo sem treinamento. É necessário despertar o instinto rastreador que todo canino tem
reprodução shutterstock
Farejar é um instinto natural dos animais, mas é difícil fazê-lo rastrear algo sem treinamento. É necessário despertar o instinto rastreador que todo canino tem

Saiba que ensinar o cachorro a rastrear é muito mais do que ensinar um simples truque. Você estará despertando uma habilidade já presente dentro dele e, além de estimular seu olfato, irá exercitar o cérebro do animal. É muito importante que seus instintos sejam treinados, principalmente para o desenvolvimento interno e socialização.

1º) Procure um lugar sem odores

Para ensinar um cão a rastrear é necessário encontrar o local ideal. Opte por lugares com poucos odores, ao ar livre e onde não tenha passado muitos animais anteriormente. Como o olfato dos caninos é muito apurado, conseguem receber uma grande quantidade de informações através do focinho. Dessa forma é preciso escolher uma zona de rastreamento específica.

Não adianta tentar treiná-lo dentro de casa, pois não funcionará. O ambiente já é conhecido e será mais difícil estimulá-lo a encontrar algo. Além disso, é interessante que o lugar seja tranquilo também, para não distrair o bichinho. Conforme o treinamento vai sendo iniciado, ele saberá isolar os odores externos para focar no que deve ser rastreado. 

Leia também: Adestrador mostra como ensinar o cachorro a não pular nas visitas

2º) Escolha uma área com bastante espaço

Além de escolher um ambiente livre de odores e ao ar livre, é preciso que tenha espaço. Para desenvolver bem a habilidade, o local deve ser amplo para que o animal corra e rastreie livremente. Um parque próximo à sua casa costuma ser ideal. 

3º) Escolha o local pensando no seu cachorro

Apesar dos cães terem o olfato desenvolvido, esse sentido não é igual para todos. Existem raças que nasceram para rastrear e perseguem odores a longas distâncias, enquanto outras conseguem fazer isso a distâncias pequenas. Dessa forma, é importante considerar a capacidade olfativa do seu bichinho e escolher um espaço de acordo com sua capacidade. 

4º) Acordar cedo é fundamental

Para que o treinamento tenha êxito, acordar cedo é fundamental. Especialistas em adestramento aconselham iniciar o adestramento antes das 6 da manhã. As primeiras horas do dia são as melhores, pois o sol ainda não nasceu e a vegetação não começou a emitir umidade. Além disso, nesse horário ainda não tem pegadas e cheiros que possam distrair seu cão. Será preciso deixar a preguiça de lado para que os treinos deem resultados. 

Iniciando o treinamento

É importante determinar um comando fixo para ele saber que o jogo começou, como a palavra
reprodução shutterstock
É importante determinar um comando fixo para ele saber que o jogo começou, como a palavra "procure" ou "para frente". Use-a sempre no treinando do instinto rastreador

A forma recomendada de iniciar o treinamento é criando uma pista de rastreamento. Você deve incorporar jogos a essa pista, pois são o melhor jeito de habituar o cão a usar o olfato para encontrar objetos. Apesar de ser uma habilidade totalmente instintiva, uma rotina de jogos e recompensas conseguirá melhorara-la. 

Assim que escolher um terreno, é hora de deixar um bom rastro de cheiro. Comece usando alimentos com muito aroma para estimular o olfato do pet. Uma sugestão é usar comida úmida enlatada no início, pois tem um cheiro bem forte e por ser fácil espalhá-la nos brinquedos. Com o tempo poderá trocar pela ração seca habitual. 

Leia também: Saiba como adestrar o cachorro para que ele dê a pata

Esfregue uma pequena quantidade do alimento sobre a grama. Mantenha seu animal preso enquanto isso, evitando que coma antes da hora. Após deixar essa marca de cheiro, largue pedaços do alimento formando um trajeto, como se fosse uma trilha de migalhas. Para que fique mais divertido, coloque um brinquedo impregnado desse alimento no final. 

Com tudo pronto, solte seu amigo e convide-o a procurar. É importante determinar um comando fixo para ele saber que o jogo começou, como a palavra "procure" ou "para frente". Use a mesma sempre que mandá-lo procurar a comida. Assim que a o treino iniciar, verá que o animal identifica com rapidez a atividade. 

Conforme o cão vai aprendendo e se habituando se seguir as pistas de cheiro, aumente a complexidade do jogo. Comece afastando os restos de alimentos deixados e variando a trajetória, como fazer curvas ou seguir direções diferentes. 

Comece usando comida com muito aroma para estimular o olfato do pet no treinamento do instinto rastreador. Uma sugestão é usar comida úmida enlatada no início
reprodução shutterstock
Comece usando comida com muito aroma para estimular o olfato do pet no treinamento do instinto rastreador. Uma sugestão é usar comida úmida enlatada no início

Lembre-se de usar o reforço positivo durante todo o treinamento, pois os gritos e repreensões não levam a lugar nenhum e você nunca atingirá seu objetivo. Seja bastante paciente e não desista no meio do caminho. Alguns cães tem mais dificuldade para aprender, mas não significa que são incapacitados. 

Leia também: Qual a melhor fase para realizar o adestramento de cães?

Assim que o animal estiver bem treinado, experimente testar ambientes diferentes e retirar a trilha de comida. Peça para procurar objetos diferentes, como brinquedos, a partir do cheiro deles. Por último, treine seu cachorro com frequência e regularidade. Caso contrário, ele esquecerá tudo que aprendeu para estimular seu instinto rastreador e o esforço será em vão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.