Cachorro de Gabriela, morto em ponte aérea
Reprodução
Cachorro de Gabriela, morto em ponte aérea

Na última semana o caso do filhote de cachorro da raça Golden Retriever, Zyon, que morreu após um voo de São Paulo para o Rio de Janeiro, pela Latam, no último dia 14 e na tarde desta terça-feira (21), o canil onde o pet foi comprado prometeu dar um novo cachorro à família.

De acordo com Talita Dib, a veterinária responsável pelo estabelecimento, o filhote foi embarcado em perfeitas condições de saúde e, segundo afirma a compradora, Gabriela Duque Rasseli, ela recebeu o animal já “quase morto”, no terminal de cargas do aeroporto Galeão, no Rio. Com informações do Uol.

Segundo Talita, no mesmo dia em que Zyon embarcou, outros três filhotes também viajaram com destino à Goiânia, Manaus e Natal e, nos três casos, os cães chegaram em perfeitas condições. A veterinária e a jovem culpam a Latam Airlines pela morte de Zyon.

A família cobra esclarecimentos da empresa aérea sobre o que teria acontecido com o filhote durante o transporte, para que ele tenha chegado ao destino em tais condições. O canil, por sua vez, destacou que, mesmo que não se responsabilize pelo transporte do animal quando o proprietário faz a coleta no local, já escolheram um novo filhote e que farão a entrega do novo cãozinho em mãos para a família, ainda sem data marcada.

A família declarou que, mesmo sentindo muito pela perda de Zyon, não encaram como uma substituição e que aceitam o novo pet.

"Pensei com carinho, conversei com minha mãe bastante e vou aceitar um bebê novo. Minha mãe está doida por um, já virou o bebê da família. Apesar do meu coração apertar pensando sempre no Zyon, eu sei que não é tentar substituir", disse Rasseli à veterinária.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários