Capitão, o cachorro que ajudará um ex militar a levar uma vida mais independente
Reprodução/Twitter
Capitão, o cachorro que ajudará um ex militar a levar uma vida mais independente

Capitão é um cachorro que chegou ao time profissional de hóquei no gelo da liga dos Estados Unidos, o Washington Capitals. O animal, que chegou em 2019, logo se uniu a equipe. Embora muitos tenham pensando que o cachorro tenha entrado para a equipe apenas para se tornar o mascote, ele estava lá com um proposito maior. As informações são do El Confidencial.

Com apenas 10 semanas de vida, o cachorro foi dado a equipe por uma associação sem fins lucrativos, chamada “VetDogs”, que treina cães para ajudar veteranos de guerra. Nos quase dois anos em que permaneceu no abrigo de Washington, o cachorro foi aos jogos como se fosse um membro da equipe e recebia até instruções de Deana Stone, a coordenadora da associação.

Eles esperam que, com o trabalho de educar cães, os animais possam dar mais independência aos seus futuros donos. Após a graduação, o Capitão ajudará Mark Gwathmey, um ex-Primeiro Sargento do Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos. O militar aposentado encerrou sua carreira em 2011, após mais de 20 anos, seguindo conselhos médicos.

Danos cerebrais

Assim, o cachorro deixará de ser um mero espectador nos jogos e se tornará o companheiro de Mark. O sargento foi ferido durante um colapso de um edifício em 2003, no Iraque. Um ano depois, ele precisou ser evacuado para a Alemanha, para receber tratamento médico.

Mark Gwathmey foi ferido mais uma vez, em uma explosão. Este acidente agravou seus ferimentos anteriores na cabeça, o que ocasionou um traumatismo cranioencefálico e transtornos convulsivos. Agora o sargento terá a ajuda do Capitão em seu dia-a-dia, podendo seguir uma vida mais independente.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários