Cão amputado vira cão de terapia em enfermaria infantil
Domenick Scudera / SWNS
Cão amputado vira cão de terapia em enfermaria infantil

Deuce, foi abandonado ainda filhote em uma vala, com duas de suas pernas quebradas. Estavam tão infeccionadas que precisaram ser amputadas. Apesar desse inicio de vida cruel, o cão foi adotado por Domenick Scudera, um professor de teatro, morador de Collefeville, na Pensilvânia (EUA).

Além de Deuce, Scudera possui mais dois cães, Cyrus e Lucky, também portadores de necessidades especiais. Cyrus já nasceu sem suas patas dianteiras, enquanto Lucky perdeu suas pernas em um acidente de carro.

Apesar de Deuce só ter pernas de um lado, ele pode andar e correr como qualquer outro cão de quatro patas, sem necessitar de nenhum tipo de suporte que o auxilie. “Ele desafia a lógica!”, diz seu dono à agencia de notícias britânica SWNS.

Hoje, Deuce e seus irmãos adotivos visitam enfermarias infantis como cães de terapia, dando inspiração para crianças e mostrando que problemas como esses podem ser superados.

Para o professor de teatro que adotou os cãezinhos, é uma grande felicidade poder dar um lar amoroso aos pets e por poder compartilhar os bem que eles fazem com outras pessoas em tempos tão difíceis.

"Eles mudaram completamente minha vida para melhor. Eles significam o mundo para mim", finaliza Scudera.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários