Conhecendo as técnicas você pode acalmar seu cão de modo simples, barato, eficaz e sem sair de casa

Muitos donos podem não fazer ideia, mas os cachorros também ficam estressados e nervosos. Mesmo que você não acredite, eles são afetados emocionalmente pelas questões da vida cotidiana, assim como acontece com os seres humanos. Por isso, como dificilmente conseguem se acalmar sozinho, cabe aos donos conhecer algumas técnicas para relaxar.

Leia também: 8 sinais que denunciam um cachorro estressado

Para isso, não é preciso levar seu bichinho num SPA canino e pagar uma fortuna em tratamentos específicos. Existem diversas técnicas para relaxar que podem ser realizadas em casa, como música, massagens e passeios. São soluções simples, baratas e eficazes. O lado bom de reservar esse tempo para o pet é vínculos que se fortalece. Além de deixá-lo mais calmo, ficará muito agradecido pelas horinhas de cuidados. 

O que faz um cão ficar estressado?

Os cães também são afetados pelos problemas cotidianos e ficam estressados
Reprodução Pinterest
Os cães também são afetados pelos problemas cotidianos e ficam estressados

Questões genéticas e de saúde são grandes causadores do estresse. No entanto, nesses casos é necessário acompanhamento médico e um tratamento específico. As técnicas de relaxamento são eficazes quando o problema nasce a partir de questões do dia a dia, por exemplo, barulhos. Tempestades, fogos de artifícios e outros decorrentes de festividades facilmente deixam o cão nervoso.

Mudanças também entram na lista. Todo o transtorno de trocar de casa, arrumar as bagagens e se deslocar para um novo local é estressante. A alteração na rotina é o que mais prejudica o animal. O mesmo acontece quando os donos vão viajar e deixam o pet num hotel ou na casa de familiares. Ficar num ambiente diferente e ainda longe dos tutores não faz bem para nenhum cão. 

A chegada de outro animal de estimação ou um bebê estão entre os principais motivos de estresse. O animal provavelmente ficará com ciúmes do novo membro e o enxergará como uma ameaça no território que até então era seu. Por isso, lembre-se de fazer o cão se acostumar aos poucos com o bebê ou novo pet para que não fique mais nervoso.

No caso das fêmeas, a gestação também é uma época de muito estresse. Nesses casos, o nervosismo é temporário e provavelmente causado pelos hormônios. Tenha calma se sua cadelinha estiver passando por isso.

Por último, os cães tem tendência a serem afetados pelo estresse vivido pelo dono. Mesmo que não grite ou manifeste reações agressivas na sua frente, eles são muito sensíveis e detectam facilmente o estado do tutor. 

Leia também: Cachorro na piscina: o que fazer em casos de queda e afogamento?

Técnicas para relaxar

1. Natação

Compre equipamentos de segurança para garantir que seu cão não se afogue
Reprodução/ Shutterstock
Compre equipamentos de segurança para garantir que seu cão não se afogue

A natação é um esporte perfeito para solucionar diversos problemas: melhora as articulações, ajuda a perder peso, aperfeiçoa a respiração e ajuda a relaxar. Se você tem uma piscina em casa é ótimo, pois dono e cão podem passar algumas horas se divertindo debaixo da água. Caso não tenha, procure algum clube que aceite animais e aproveite o fim de semana. 

No entanto, antes de pular com seu companheiro na piscina, tenha certeza de que ele sabe nadar. Nem todas as raças nascem com aptidão para o nado, existindo o perigo de se afogarem. Se for o caso do seu pet, compre equipamento de segurança para garantir que não afunde. 

2. Passeios no meio da natureza

Passear no meio da natureza está entre as técnicas para relaxar
reprodução shutterstock
Passear no meio da natureza está entre as técnicas para relaxar

Sabemos que encontrar alguma área verde é difícil no meio da cidade, mas os parques foram feitos com esse intuito. Então, reserve algum momento do seu dia ou o fim de semana para passear com seu canino no meio das árvores, ouvindo o som dos pássaros e o farfalhar das folhas.

Durante a caminhada, pare e sente-se durante um tempo com o pet. Fiquem juntos em silêncio no local menos ruidoso que encontrarem. Isso irá acalmar a mente de ambos e ajudará a diminuir o estresse e nervosismo. 

3. Ouvir música

Música tem o poder de tranquilizar o cachorro, assim como os seres humanos
Reprodução
Música tem o poder de tranquilizar o cachorro, assim como os seres humanos

A música tem o poder de mexer com o nosso corpo. Quando você escuta algo agitado te dá vontade de dançar e quando escuta canções calmas, automaticamente começará a relaxar. O mesmo acontece com os animais de estimação. 

Escolha um cômodo e coloque alguma música tranquila, como clássica ou sons da natureza. Deixe no volume alto, só que não ao ponto de incomodar. Sente ou deite e simplesmente relaxe. Pode até ser que o cão não faça o mesmo no início, mas quando te ver tão calmo irá acompanhar e imitar. Será uma grande experiência para ambos. 

Leia também: Quer acalmar o cachorro? Estudo sugere músicas tranquilas

4. Ioga

Além de relaxar, a yoga fortalece o vínculo ente dono e animal
reprodução shutterstock
Além de relaxar, a yoga fortalece o vínculo ente dono e animal

Ioga é um exercício de meditação que está associado ao relaxamento da mente. Conhecendo alguns movimentos é possível praticar em casa, junto com seu peludo e para isso você terá que ajudá-lo. Antes de começar, tenha certeza de que o cão aceita ser tocado. Caso contrário não force. 

Primeiramente, comece massageando suavemente a cabeça dele com movimentos circulares nas têmporas. Isso irá livrá-lo das tensões. Em seguida vá para as orelhas. Use a ponta dos dedos para massageá-las. Tenha cuidado porque essa região é sensível e ele pode não gostar do toque a princípio. Finalize passando a palma da mão por sua cabeça, de cima para baixo, igual à fêmea faz com a língua em seu filhote. 

Depois, foque no restante do corpo. Segure-o pelos quadris e ajude a levantar as patas traseiras para que se alongue e relaxe a coluna vertebral. Com as pernas esticadas, segura-as pela parte inferior e movimente suavemente as articulações. Depois dessa sessão de ioga, impossível seu cachorro não relaxar.

5. Massagem

A massagem em cachorro melhora o bem estar e o saúde dos animais
shutterstock
A massagem em cachorro melhora o bem estar e o saúde dos animais

A massagem já tem um viés relaxante, por isso é tão eficaz. Assim como a ioga, dá para aprender alguns movimentos em casa e fazer no animal. Lembre-se que ela só funcionará se for feita da maneira correta, caso contrário se torna carícias. Comece pela cabeça, vá para o pescoço, em seguida costas, barriga e finalize nas patas. Lembre-se de reservar um tempo para cada parte do corpo e não force seu cão a receber a massagem.

Leia também: 10 passos para você aprender a fazer massagem em cachorro

Realizando qualquer uma das técnicas para relaxar , não terá porque seu cachorro ficar tenso e estressado. Com um pouco de esforço, tempo e dedicação dá para aprender qualquer um dos métodos acima. Verá que o vínculo entre vocês aumentará e o bichinho ficará agradecido pelo que fez.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.