Gatos são animais limpos e higiênicos, mas farão de sua casa uma grande caixa de areia quando sentirem que precisam avisar que o ambiente já tem dono
shutterstock
Gatos são animais limpos e higiênicos, mas farão de sua casa uma grande caixa de areia quando sentirem que precisam avisar que o ambiente já tem dono

Os gatos são popularmente conhecidos por serem animais limpos e até exigentes com questões de higiene, como ter uma caixa de areia sempre bem limpinha. Usar a caixa de areia, inclusive, é um hábito que os gatos aprendem com naturalidade e não costumam dar tantos problemas aos tutores em relação a isso.

Contudo, existem algumas situações em que o bichano, mesmo já tendo certa experiência em fazer as necessidades no local certo, passa a urinar pela casa e a sujar alguns móveis, para o desespero dos donos. As causas para esse comportamento nos gatos podem ser diversas, como explica a especialista em comportamento animal Gisele Silva. “Os gatos são territorialistas, até mais do que os cães. Por isso, mudanças em seu ambiente e rotina são grandes desafios”.

No caso da urina fora do lugar, a especialista explica que uma série de fatores pode desencadear o comportamento: como uma forma do felino demonstrar que algo está o incomodando – desde a alteração na rotina, uma caixa de areia suja, número de caixas de areia inadequado, entre outros.

Caso o motivo para o felino estar sujando partes da casa seja a demarcação de território, o tutor poderá facilmente identificar, nesse caso, a urina sai em forma de spray e na vertical, com um odor ainda mais intenso que o habitual para que seja facilmente identificado por outros indivíduos. “Esse tipo de comportamento pode ocorrer, por exemplo, durante a introdução de um novo felino no lar ou na chegada de um novo membro na família”, explica Gisele.

Por que o spray?

Alguns gatos não fazem xixi na caixinha de areia e podem dar alguma dor de cabeça
shutterstock
Alguns gatos não fazem xixi na caixinha de areia e podem dar alguma dor de cabeça

Esse comportamento é chamado de Spraying e é próprio dos felinos na demonstração de território, diz a especialista. Nesses casos, o pet realiza pequenas borrifadas de urina no local da demarcação com um odor mais forte que é causado por conta da presença de feromônios.

A especialista comportamental explica que a urina é uma forma de comunicação dos gatos, por isso, eles a usam para transmitir mensagens ao ambiente. Nesse caso, o gato está dando um aviso para os demais membros que aquele território tem um “dono”.

“Esse tipo de demarcação é muito comum em casas com múltiplos gatos quando o processo de introdução ao novo lar não é feito de forma adequada. Além disso, a chegada de um novo animal mesmo que em uma casa vizinha pode despertar um sinal de alerta para o felino, que se sente ameaçado e passa a demarcar seu território”, explica.

Em casos de animais não castrados, os machos podem apresentar o comportamento para atrair fêmeas pelo odor. Já as gatas podem apresentar esse comportamento quando estão no cio.

Você viu?


Fatores externos que afetam os gatos

A areia dos gatos deve estar sempre higienizada
shutterstock
A areia dos gatos deve estar sempre higienizada

Segundo Gisele, o estresse e mudanças bruscas na rotina podem alterar o comportamento do gato de diversas formas. “Idas ao veterinário, uma visita em casa, um novo animal na região ou até mesmo a chegada de um bebê podem desencadear mudanças comportamentais nos felinos”.

Além disso, esses pets são extremamente higiênicos, então o tutor precisa estar atento para que a caixa do pet esteja sempre adequadamente higienizada ou que o gato tenha a disposição uma quantidade suficiente – o ideal é que o animal tenha ao menos duas caixas em locais separados.

“É importante que o tutor busque ajuda veterinária caso o comportamento se torne recorrente, pois é preciso avaliar se a causa é apenas comportamental ou pode ser sintoma de alguma doença, visto que os felinos têm tendência a desenvolver problemas nos rins”, alerta a especialista.

O que fazer quando o seu gato urina pela casa

No caso dos filhotes esse comportamento pode ocorrer até que ele aprenda o local certo. “Nesse caso, o tutor deve levar o animal para a caixa de areia logo após as refeições para que ele comece a conhecer e se habituar com o local”, ensina.

Para os felinos adultos que têm problemas de origem comportamental será necessário contar com a ajuda de um médico veterinário. Ele vai indicar o melhor tipo de produto para que seja possível redirecionar o felino para o local adequado. “No mercado existe uma série de feromônios, que são odores específicos, que auxiliam a ‘atrair’ o pet para a caixa de areia. Além disso, é importante higienizar e retirar qualquer vestígio de urina dos pontos onde o pet não deve urinar. Dessa forma ele começará aos poucos a corrigir o comportamento”, explica a especialista que avisa que, em ambos os casos, o tutor precisará de paciência e cuidado com o gato de estimação.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários