Governo da Noruega decidiu que a criação das raças buldogue e cavalier king charles spaniel é uma violação da seção 25 da Lei Norueguesa de Bem-Estar Animal
courtney mihaka / unsplash
Governo da Noruega decidiu que a criação das raças buldogue e cavalier king charles spaniel é uma violação da seção 25 da Lei Norueguesa de Bem-Estar Animal

O Tribunal Distrital de Oslo, capital da Noruega, tomou uma decisão unânime e histórica: a criação das raças buldogue e  cavalier king charles spaniel é uma violação da seção 25 da Lei Norueguesa de Bem-Estar Animal e não será mais tolerada.


A decisão foi motivada por um caso apresentado em novembro de 2021 pela instituição Animal Protection Norway, preocupada com os inúmeros e críticos problemas de saúde das raças de cães.

“Os problemas de saúde do buldogue causados ​​pelo homem são conhecidos desde o início do século 20. Este veredicto está atrasado há muitos anos. Por várias décadas, cães doentes foram criados em violação à lei norueguesa. Nossos cães foram vítimas de traição sistemática e organizada de nossos amigos de quatro patas. Hoje foi confirmado que isso é ilegal”, afirmou Åshild Roaldset, CEO da Animal Protection Norway, em um post publicado pelo grupo após a decisão.

Leia Também

Leia Também

A decisão não é uma proibição geral das raças, mas uma “estrutura legal para a criação de animais”, observou o advogado Emanuel Feinberg no post. Assim, o cruzamento dos tipos de cães amados - embora muitas vezes doentios - ainda é possível e permitido.

“Uma condenação não implica a proibição de reprodução séria de buldogue ou do cavalier, pois o cruzamento sério e com base científica pode ser uma boa alternativa”, definiu o julgamento. A nação tem a infraestrutura para tornar o cruzamento mais humano uma realidade, acrescentou a Animal Protection Norway, observando que a tecnologia também existe.

Para ajudar na transição para melhores táticas de reprodução, a Animal Protection Norway propôs o uso mais regulamentado de temperamento, características e dados de saúde na criação, bem como o uso de marcação de chip. Sem essa rastreabilidade, “é impossível” que a criação de cães seja efetivamente supervisionada, acrescentou Roaldset.

“Este é um dia de celebração para os nossos cães! A Lei de Bem-Estar Animal destina-se a proteger os animais das ações irracionais dos seres humanos, e tem feito isso hoje. Trata-se do direito dos cães de se sentirem bem”, disse Roaldset.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários