Pablo e Picasso, dois irmãos que ficaram para trás
Reprodução/Instagram
Pablo e Picasso, dois irmãos que ficaram para trás

Picasso, que é conhecido como “cão imperfeito”, nasceu com o focinho torto devido a uma deformidade na mandíbula superior que o faz ter uma mordida apontada para a esquerda. Inicialmente ninguém mostrava interesse em adotá-lo, hoje ele faz sucesso nas redes sociais.

Um misto de pitbull com terrier, estava ficando para trás enquanto todos os seus irmãos de ninhada eram levados por novas famílias. Ninguém mostrava interesse em comprar um “cachorro torto”.

Além de Picasso, seu irmão Pablo também não foi escolhido por ninguém e, sem conseguirem vender os dois filhotes, os donos os entregaram a um canil localizado na California, era natal em 2016 e os dois cães tinham apenas nove meses de vida.

No canil as coisas também não pareciam muito boas, como ninguém se mostrou disposto a adotar os dois cães, eles entraram para a lista de animais que seriam sacrificados. Mas a sorte mudou para os dois irmãos quando Liesl Wilhardt, de 51 anos, os encontrou.

Liesl se encantou com o rosto diferente e o olhar especial do cãozinho, quando um amigo a enviou fotos do cachorro diferente. Atualmente, Picasso é um pet influencer com mais de 260 mil seguidores no Instagram. Na rede social, além de Picasso, Liesl compartilha fotos de outros cães resgatados, muitos com deformidades como as dele ou causadas por maus-tratos e acidentes.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários