Mique passou três meses em frente a um hospital, esperando seu tutor que havia falecido
Reprodução
Mique passou três meses em frente a um hospital, esperando seu tutor que havia falecido

Um cachorro foi colocado para adoção, nesta quarta-feira (14), após ter passado cerca de três meses esperando pelo dono, no Hospital Geral de Fortaleza (HGF). Segundo funcionários do hospital, o cachorro, que passou a ser chamado de Mique, chegou ao local acompanhando a ambulância que levava seu dono, que foi internado, mas acabou falecendo.

O cãozinho, sem saber que seu tutor não voltaria mais, continuou esperando fielmente pelo amigo. A estudante de medicina Vivian Tupinambá, de 19 anos, que atua há um mês na instituição, se comoveu ao saber da história do cãozinho, que já era sua companhia corriqueira na hora do almoço.

"Eu fiquei muito emocionada na hora, eu não sabia o que fazer, virou um ritual, todo dia ir ver ele", relembra a estudante ao jornal O Povo. Além de Vivian, outros funcionários do hospital davam água, comida e carinho ao cachorro, diariamente.

O cachorro é muito dócil, mas às vezes tentava invadir a sala do hospital que atende pacientes com parada cardíaca – a provável causa da morte de seu tutor – latindo para a porta.

"Ele é muito dócil, ele já entrou no hospital e tinha dias que ele surtava e tentava entrar na sala, mas respeitava muito o ambiente do hospital", conta a jovem.

Você viu?

Mesmo apegada a companhia do cãozinho, a estudante não achava justo que ele ficasse na rua e, como não teria condições de adotá-lo, pediu ajuda a um politico da região, para encontrar um novo lar ao amigo.

Após ter sua história contada no Instagram do deputado federal Célio Studart, logo surgiram vários candidatos dispostos a dar um lar definitivo ao cãozinho. Mesmo muito querido por todos, que sentirão muito a falta do peludo, os funcionários que cuidaram dele estão felizes que Mique não passará mais frio dormindo nos bancos da calçada.

"É muito triste. Eu já falei pro Célio que 'quando a gente achar a adotante vou querer falar com ela' porque uma parte de mim se foi", desabafou Vivian, ao lembrar que já não irá mais ver o cachorro.

Adoção

Na manhã desta quinta-feira (15), apenas um dia após a publicação em seu Instagram, o deputado compartilhou com seus seguidores que Mique já foi adotado por uma nova família. A nova família do cãozinho não foi divulgada e a família de seu antigo tutor não se manifestou sobre o caso até o momento.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários