Sansão
Ticiana Lima Dornas/Arquivo pessoal
Sansão


Sansão passou por poucas e boas. O pitbull teve que ficar internado por quase 20 dias em Belo Horizonte depois de ter as duas patas trazeiras decepadas no último dia 6. Felizmente, o cãozinho está bem e já pode ir para casa.

"Muito feliz por ele estar saindo hoje, foram 19 dias de muita luta. Ele é muito forte, está mostrando para todo mundo que as adversidades da vida a gente consegue passar por cima por todas elas", disse o tutor de Sansão, Nathan Braga.

Sansão foi operado e depois ficou internado na clínica-escola da Faculdade Arnaldo, no bairro Olhos D'Água, na Região Oeste da capital mineira. Ticiana Lima Dornas, médica veterinária responsável pela recuperação do animal, disse que uma das principais preocupações era com o risco de infecção, além do controle de uma anemia.

"Ele está super bem, apto a ir para casa. Vai continuar com tratamento medicamentoso lá. O maior risco a gente já conseguiu passar", afirmou a profissional.

Maus-tratos e vida nova

O animal de 2 anos foi vítima de maus-tratos. Sansão teve as patas cortadas com uma foice porque pulou o muro e teria brigado com o cachorro dos suspeitos. Um dos agressores foi multado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) por maus-tratos contra outros 13 animais, entre cães, gatos e aves.

O caso mobilizou defensores de animais e Sansão, inclusive, ganhou uma cadeirinha de rodas de uma voluntária, mas já consegue andar sem ela. Recuperado, agora ele vai para casa do Nathan, em Vespasiano, na Grande BH.

"Vida nova, com muito amor, muito carinho. A gente está fazendo vários preparativos para receber ele. A gente quer justiça. A lei contra maus tratos é muito branda no nosso país", finalizou o tutor de Sansão.

    Veja Também

      Mostrar mais