Em Indiana, interior de São Paulo, uma cachorrinha sem raça definida, a famosa vira-lata, deixou a veterinária Bruna Katrine Scaione chocada.

vira-lata
REPRODUÇÃO/G1
Vira-lata dá à luz a 16 filhotinhos, em Indiana, interior de São Paulo


Segundo ela conta ao jornal G1, a cachorrinha chegou a clínica veterinária na última quarta-feira, 12, prestes a dar à luz. A profissional realizou uma cesariana e ajudou com o nascimento de 16 filhotinhos.


"A veterinária Luiza Moreno disse que tinham vários filhotes, que nem dava para contar direito. Mas imaginamos que seriam uns dez", conta Bruna ao G1.

A veterinária chegou até ficar chocada com o tamanho da barriga da vira-lata. "Parecia a barriga de uma mulher grávida de uns oito, nove meses, de tão grande", acrescenta.

O procedimento levou em torno de duas horas e a veterinária disse que foi a cirurgia mais cansativa de sua carreira de 10 anos.

"Foi um parto bem atípico. Nunca fiquei sabendo na região do nascimento de 16 filhotes".

Nasceram oito machos e oito fêmeas, todos saudáveis, pesando em torno de 250 gramas cada. "Pela quantidade, a cachorra não teria parido sozinha. Ela poderia não ter contração porque a barriga estava muito pesada", afirmou a veterinária.

Bruna também explicou que não tem um motivo aparente para uma fêmea ter parido tantos filhotes, mas pode ser algo relacionado à genética. "Não sei muito sobre o histórico da cachorra. Pode ser algo genético, a mãe dela pode ter sido uma boa parideira também", salientou.

A cachorrinha e seus filhotes já receberam alta e estão em casa.

    Veja Também

      Mostrar mais