Por serem animais de fácil adaptação, relativamente pequenos e independentes, as pessoas estão cada vez mais interessadas em ter o gato como bicho de estimação. Porém, isso não significa que a tarefa seja fácil, cuidados e responsabilidades são necessários. Por exemplo, alguns itens como telas nas janelas, brinquedos e quantidade ideal de potes e caixas de areia são itens indispensáveis para uma casa com gato. 

O veterinário especialista em felinos, Vitor Castro, lista tudo que é necessário para que o gato viva bem dentro de casa. Para ele o primeiro passo, que deve ser feito antes mesmo de adotar o animal, é telar portões, janelas, sacadas e qualquer abertura que possibilite o gatinho ter acesso para a rua. Isso é fundamental para que se tenha um ambiente bem controlado para o bicho.

Leia também: O que fazer quando o gato é diagnosticado com FIV ou FeLV?

gato brincando arrow-options
reprodução shutterstock
O gato deve ter muitos brinquedos a sua disposição

Os brinquedos são itens que fazem com que o gato se sinta confortável e se distraia dentro de casa, evitando tentativas de fuga. "É importante ter brinquedos com penas e cordas que estimulem a caça, arranhadores de diferentes texturas (papelão, sisal, carpete, etc) para estimular a arranhadura que é importante para o gato, dessa forma diminuindo o interesse do gatinho em arranhar o sofá e afins. Gatos gostam de verticalização (lugares altos), então prateleiras e módulos são super bem-vindos. tocas e esconderijos para quando quiser privacidade para descansar", explica o veterinário.

Além disso, é preciso ter atenção a alimentação do animal. Vitor explica que os potes de água, sempre fresca, devem ser distribuídos por todos os cômodos da casa. A ração precisa ser de qualidade e fracionada em pelo menos 3 vezes ao dia. A altura que os potes devem estar também é importante: "Os estudiosos de felinos recentemente começaram a especular a altura do comedouro, e afirmam que o potinho de comida e água na altura do cotovelo facilitam o consumo sem esforço e sem prejudicar a coluna e as articulações. Ainda há controvérsias pois os mais antigos dizem que o felino selvagem comem a presa no chão e isso nunca causou nenhum tipo de prejuízo a longo prazo. Porém, o pote na altura do cotovelo é o que se preconiza hoje em dia."

Leia também: Brasileiros são mais "gateiros" do que o resto do mundo, diz pesquisa

comedouro suspenso arrow-options
shutterstock
O comedouro suspenso é o mais indicado

Outro ponto que deve ser levado em conta é a caixa de areia: cada gato da casa deve ter no mínimo duas a sua disposição e elas devem ser colocadas longe dos portes de comida e água. 

Para garantir a saúde do gato, consultas de rotina devem com o veterinário devem ser feitas pelo menos uma vez por ano. Para isso, a caixinha de transporte é um item importante. Deixá-la disponível na casa e com algo que o gato goste dentro (um cobertor, um brinquedo) faz com que ela se torne algo do dia a dia dele e ele não se estresse tanto na hora de entrar para ser transportado de forma tranquila.

Depois de todas essas dicas, além de claro, muito amor e carinho, você terá a certeza que seu gatinho de estimação terá um lar perfeito e será muito feliz morando com você. 



    Leia tudo sobre: casa

    Veja Também

      Mostrar mais